Festival de curtas exibirá filmes sobre mobilidade urbana em São Paulo

Apoie nosso trabalho,
doe um libre!
Público do Festival de Curtas em sessão de cinema ao ar livre. Foto: Divulgação

Público do Festival de Curtas em sessão de cinema ao ar livre. Foto: Divulgação

Se você curte o mundo em duas rodas através de imagens e histórias e quer saber como tratam a mobilidade em relação às bicicletas, carros e outros tipos de transportes em diversos lugares do mundo, prepare-se: o 26º Festival de Curtas de São Paulo tem como tema este ano a mobilidade urbana.

O festival, que vai de 19 a 30 de agosto, selecionou 350 filmes de 52 países que serão exibidos gratuitamente em diversas salas de cinema da capital. A mostra traz quatro programas especiais sobre a mobilidade urbana: “Carro – um trajeto”, que mostra os distintos papeis do automóvel no imaginário nacional, e “Personagens em Deslocamento”, com curtas que mostram como a vida das pessoas é afetada pelas possibilidades de movimentação em áreas urbanas. A curadoria dos dois programas é de Alexandra Wahrhaftig, Helena Ungaretti e Miguel Antunes Ramos, realizadores do curta “E” – documentário sobre estacionamentos e especulação imobiliária que foi exibido no evento em 2014.

O terceiro programa especial é “Mobilidade Humana”, que revela aventuras humanas vividas em diferentes trajetos; o quarto é “Vélo” (bicicleta em francês), que traz do festival Clermont-Ferrand uma seleção de curtas mostrando a condição de liberdade que a bicicleta proporciona.

Além das exibições em salas tradicionais como MIS, CineSesc, Cinemateca, Espaço Itaú Augusta, Centro Cultural São Paulo, Cine Olido, Cinusp e espaços do Circuito Municipal de Cultura, haverá uma série de projeções em praças da cidade (os locais ainda não foram divulgados).

Para mais informações sobre programação, locais e horários de exibição consulte o site oficial do festival.

Making of do documentário "Pedais Pensantes". Foto: Reprodução

Making of do documentário “Pedais Pensantes”, de Marcelo Zerwes. Foto: Reprodução

Exibição ao ar livre

Em 23 de agosto – mesmo dia da inauguração da ciclovia da Bernardino de Campos – haverá uma projeção na Praça Roosevelt, e serão exibidos alguns curtas internacionais, além de dois filmes paulistanos, escolhidos especialmente para a sessão: o “Pedais Pensantes”, de Marcelo Zerwes e produzido pela Tamago, retrata a história de um período importante do cicloativismo paulistano, os anos de 2009 e 2010. Estão no documentário Renata Falzoni, André Pasqualini, Teresa d’Aprile, Arturo Alcorta, Marcelo Siqueira e Thiago Benicchio. O filme “Ciclo Urbano”, de Washington Assis, mostra a rotina de quatro ciclistas na cidade em 2014, entre eles a do fotógrafo Ivson Miranda.

A diferença de apenas três anos entre os dois filmes mostra bem como era “selvagem” pedalar em São Paulo e também uma evolução do discurso do cicloativismo na cidade. Depois da sessão haverá um bate papo com alguns participantes dos filmes.

Um passeio saindo da Praça do Ciclista, percorrendo as ruas do centro até chegar na Praça Roosevelt está programado com o pessoal da Bike Party. Mais detalhes na página do evento!

Cena do documentário "Ciclo Urbano". Foto: Reprodução

Cena do documentário “Ciclo Urbano”, de Washington Assis. Foto: Reprodução

Gostou da matéria? Doe um libre
e ajude nosso projeto a continuar!

Enviar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>