Maioria dos ciclistas usa a bike nos deslocamentos por conta da rapidez

Foto: Willian Cruz

Foto: Willian Cruz

Uma pesquisa feita pela CNI (Confederação Nacional da Indústria) traz uma panorama dos deslocamentos em todo o território nacional, e até a avaliação por parte dos passageiros do transporte público.

Os dados revelaram também o perfil de deslocamento de ciclistas e a importância do meio de transporte na mobilidade e na saúde. Nos deslocamentos dos brasileiros de casa ao trabalho ou à escola, a bicicleta foi apontada como principal meio de locomoção em 7% das respostas. A maior parte dos deslocamentos são feitos por ônibus e a pé, com 24% e 22%, respectivamente.

7% têm na bicicleta seu
principal meio de locomoção

54% usam a bike
por ser mais rápida

22% preferem as pedaladas
pelos benefícios à saúde

ciclistas gastam menos tempo
nos deslocamentos

Tempo de deslocamento

O estudo aponta que os maiores municípios concentram os maiores tempos de deslocamentos rotineiros para trabalho ou instituição de ensino. Por exemplo, em cidades com até 20 mil habitantes, a maior parte dos entrevistados gastava até 15 minutos nas viagens. Já em municípios com mais de 100 mil habitantes, na maior parte dos deslocamentos o tempo gasto varia de 30 minutos a uma hora.

Por esta questão, a pesquisa mostra que mais da metade dos brasileiros que adotam a bike como principal meio de locomoção (54%) afirmam que o motivo é esse ser o meio mais rápido. Outros 22% alegam usar a bicicleta por questões de saúde e apenas 13% por falta de outros meios de transporte.

Ainda em relação ao tempo de viagens, os dados coletados mostram que 81% dos ciclistas entrevistados gastam até uma hora em seus deslocamentos, sendo o segundo maior grupo de pessoas ouvidas que gastam menos tempo nas viagens. O grupo mais numeroso é o formado por pedestres, com 86%. Por outro lado, os entrevistados que usam o ônibus são os que passam mais tempo no trânsito. Nesse grupo, 22% levam mais do que duas horas nos coletivos.

Diferenças de gênero na locomoção

Seguindo tendência nas capitais brasileiras, o índice de mulheres ciclistas é menor em relação aos homens. De acordo com pesquisa da CNI, 4% das entrevistadas usam a bicicleta em seus deslocamentos, enquanto entre os homens esse percentual é de 9%.

O estudo foi feito com 2.002 pessoas em 142 municípios. Acesse aqui a pesquisa completa.


4 comentários para Maioria dos ciclistas usa a bike nos deslocamentos por conta da rapidez

  • Anderson

    Isso é fato, quanto mais precária a estrutura viária, mais eficiente é a bike. Eu mesmo levo 2h30m de ônibus, 1h30m de carro e 1h10m de bike, e os benefícios vão muito alem do ganho de tempo.

    Thumb up 3 Thumb down 0

  • Gustavo

    Pretendo comprar uma bicicleta e estou interessado nessa do link abaixo:

    http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-683187982-bicicleta-dobravel-aluminio-full-disco-27-mod-land-rover-_JM

    Queria saber de alguém que entende do assunto se seria uma boa escolha? Ou se poderia me indicar alguma? Pois acho melhor pagar um preço alto por algo de qualidade do que barato e depois acabar saindo mais caro… Usaria ela como meio de transporte no dia-a-dia (asfalto mesmo) e para passeios e tudo mais (estradas e outros terrenos). Tenho 1,78 de altura e 58kg.

    Agradeço desde já, Gustavo.

    Thumb up 0 Thumb down 0

    • George

      cara nao inventa…. compra uma caloi mesmo e veja se vc se adapta a andar de bike.
      se vc se acostumar aí vc compra uma outra mais cara e assim e fica com duas, e empresta pra um/a amigo/a pra vcs pedalarem juntos

      Thumb up 2 Thumb down 1

    • RicardoP

      Eu tenho 1,80 e já tentei utilizar aquelas dobráveis de aro pequeno. Dá para usar para pequenos percursos, não é o fim do mundo, mas é complicado para andar por um tempo maior.

      Essa que você citou tem o aro maior, mas é caríssima. Equivale, em termos de qualidade e componentes, a uma Fischer de R$ 700 comprada em alguma boa promoção. A vantagem do seu link é ser “dobrável”, mas em uma bike desse tamanho o efeito é questionável. Tem que ver se cabe direitinho no seu porta-malas, por exemplo. Se for o caso, pode valer a pena.

      Quanto a bicicletas mais caras, bom… Tome cuidado com modismos. Muitos modelos são caros e não possuem diferença nenhuma em relação ao conjunto alumínio+shimano+amortecedor. Já outros trazem inovações à mesa, como por exemplo um peso bem reduzido.

      Thumb up 0 Thumb down 0

Enviar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>