Prefeitura de Recife inaugura bicicletário e vestiários em seu edifício-sede

Paraciclo modelo "entorta roda" deve ser substituído, informa a prefeitura. Foto: Antonio Tenório

Paraciclo modelo “entorta roda” deve ser substituído, informa a prefeitura. Foto: Antonio Tenório

Quem trabalha no edifício-sede da prefeitura do Recife, na avenida Cais do Apolo, zona central da capital pernambucana, ganhou um incentivo para usar a bicicleta para deslocamento diário. Foram inaugurados no início de maio vestiários e bicicletários destinados aos servidores municipais que fazem a locomoção casa-trabalho de bike. A iniciativa, que recebeu um investimento de R$ 62 mil, é importante, sobretudo, para servir de exemplo a outras empresas, sejam na esfera pública ou privada, com ações que valorizem e estimulem o uso da bicicleta como meio de transporte eficiente e sustentável.

O cicloativista Cezar Martins, vinculado à Associação Metropolitana dos Ciclistas do Grande Recife (Ameciclo), observa, porém, que o modelo de paraciclo usado foge ao indicado pelo Plano Diretor Cicloviário (PDC). “Esse modelo é vulgarmente chamado de “entorta roda”, porque obriga o ciclista a prender a bicicleta apenas pela roda da frente”, diz Cezar.

Ele explica que, ao amarrar apenas o pneu dianteiro, além da bicicleta ficar vulnerável a roubo (por não ser possível prendê-la pelo quadro) como também é possível entortá-la com um simples esbarrão, já que o restante da estrutura fica “solto” (daí o apelido). “A prefeitura do Recife tem um paraciclo sensacional para o público externo e colocou para os servidores um modelo péssimo, não recomendável”, comparou o ativista.

Em resposta, a assessoria de comunicação da administração municipal informou que o modelo adotado no bicicletário do vestiário “foi colocado de forma provisória, já que o fornecedor do paraciclo adequado atrasou na entrega”. A prefeitura do Recife disse que a previsão é de que o provisório seja substituído em 30 dias. O bicicletário possui vagas para 20 bicicletas.

Vestiário

A gestão municipal espera que a implantação do vestiário estimule mais servidores municipais a utilizar a bicicleta em seus deslocamentos ao trabalho, embora reconheça que uma adoção mais significativa desse transporte só se dará quando da implementação de uma estrutura cicloviária permanente nas vias públicas, prevista no Plano Diretor Cicloviário (veja o que já publicamos sobre o PDC).

O edifício-sede da prefeitura do Recife possui quatro mil servidores lotados, mas não existem dados de quantos deles vão trabalhar de bicicleta. Segundo a gestão, com a iniciativa, será possível avaliar a apropriação do vestiário pelos funcionários para uma possível ampliação do projeto a outros órgãos municipais.

“O vestiário e o bicicletário integram as ações que promovem a saúde e a qualidade de vida do servidor municipal. Vai atender não apenas a quem vem de bicicleta: existem muitas pessoas que vêm caminhando para o trabalho, e outras que praticam exercícios no entorno do edifício-sede após o expediente, que poderão utilizar o espaço para trocar de roupa”, informou a assessoria de comunicação da prefeitura do Recife.

O novo equipamento conta com dois vestiários, um feminino e um masculino. Cada um deles possui quatro chuveiros e um vaso sanitário, além de ser equipado com rampa e sistema de ventilação interna. Funcionará em três turnos, em horários pré-definidos: das 6h30 às 8h30, das 12h às 14h e das 17h às 19h. O material utilizado na construção é térmico acústico e modular, e foi escolhido por não absorver calor, além de facilitar a manutenção diária.

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>