Botão no guidão da bicicleta alerta prefeito sobre perigos para ciclistas

Dispositivo criado pela empresa holandesa. Foto: Divulgação

Dispositivo criado por empresa sueca. Foto: Divulgação/Hövding

Uma experiência que está sendo feita em Londres promete tornar as viagens de quem pedala mais seguras, com ajuda dos próprios ciclistas.

Sempre que a pessoa que estiver pedalando se deparar com algum perigo, sejam situações hostis como alta velocidade de carros, congestionamento ou problemas com a infraestrutura para bikes, poderá apertar um botão instalado no guidão da bike. Este dispositivo é conectado via bluetooth a um aplicativo no smartphone. As informações do celular alimentam um mapa interativo e colaborativo que colhe os pontos problemáticos nas vias. A partir daí, um e mail é enviado diretamente ao prefeito de Londres, Sadiq Khan, para que providências sejam tomadas.

Foto: Divulgação/Hövding

Foto: Divulgação/Hövding

Para participar, o ciclista deve preencher um formulário com dados cadastrais, usar a bicicleta regularmente e se comprometer em usar o dispositivo de maneira sadia. As instruções dizem para o ciclista usar o botão quando se sentir desconfortável, em perigo ou em risco.

De acordo com a fabricante do Flic, a sueca Hövding, cerca de 500 botões foram disponibilizados e mais de 2.200 pontos na cidade foram mapeados com cerca de um mês de uso. É possível consultar os pontos no mapa online.

A empresa, que não planeja cobrar pelos botões, diz ter recebido pedidos de todo o mundo, de governos a organizações de ciclistas, e pretende estender a campanha a outras grandes cidades, contanto que encontre parceiros de boa reputação com a comunidade local para distribuir os botões.

Uso da bicicleta triplicou desde 2000

Segundo a empresa que criou a funcionalidade, a cidade ainda contém vias inseguras para os ciclistas. “Londres é uma metrópole mundial e tem todas as possibilidades de ser uma cidade segura aos ciclistas. Mais pessoas podem usar as bicicletas e se sentirem seguras para a prática, mas a atual infra-estrutura não permite isso. É importante para nós contribuir para um ciclismo seguro”, diz Anna Katarina Skogh, diretora de marketing da Hövding e responsável pela campanha “Give a Beep”. Em 2015, nove pessoas foram mortas enquanto pedalavam na cidade. É o menor número em anos, mas ainda preocupa as autoridades e a sociedade.

Detalhe do mapa com as marcações enviadas pelos ciclistas participantes do programa. É possível identificar claramente as vias e locais que necessitam de intervenção. Imagem: Reproducao

Detalhe do mapa com as marcações enviadas pelos ciclistas participantes do programa. É possível identificar claramente as vias e locais que necessitam de intervenção. Imagem: Reprodução

A capital da Inglaterra viu triplicar o número de pessoas pedalando no centro da cidade na última década. Em 2000 eram cerca de 12 mil ciclistas; no ano de 2014 este número foi para 36 mil, de acordo com dados da agência Transport for London (TfL), responsável pelo trânsito na cidade. O mesmo estudo dá conta de que entre os anos de 2000 e 2014, houve “um aumento de 203% do uso da bicicleta em Londres, durante a semana no período de pico da manhã, refletindo as tendências neste modo de transporte.”

As gestões passadas também investiram quantidades maiores de recursos públicos na instalação de equipamentos cicloviários e aumento na malha. O orçamento de 10 anos para atender esta demanda triplicou de £ 273 milhões para £ 913 milhões – algo próximo de 4 bilhões de Reais.


1 comentário para Botão no guidão da bicicleta alerta prefeito sobre perigos para ciclistas

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>