Pais serão multados se levarem filhos à escola de carro em Londres

Apoie nosso trabalho,
doe um libre!
Foto: Raquel Jorge

Foto: Raquel Jorge

No distrito de Havering, no leste da área da Grande Londres, pais que levarem os filhos à escola com qualquer tipo de veículo motorizado serão multados. A medida foi tomada por algumas escolas da região, em um perímetro que compreende cinco ruas em seu entorno. A multa prevista é de £ 100 para quem desobedecer a regra.

E a punição não para por aí: quem não pagar a multa num prazo de 14 dias ou receber três multas recorrentes será processado, multado em até £ 1.000 e ainda será fichado com registro criminal.

Placa informa sobre os horários em que o embarque e desembarque de crianças é proibido.

Placa informa sobre os horários em que o embarque e desembarque de crianças é proibido.

As multas já começaram a ser distribuídas nas ruas em torno de quatro escolas primárias após muitas queixas de calçadas bloqueadas, tanto no horário de entrada como no horário de saída das escolas.

Segundo o conselho do distrito de Havering, câmeras estão monitorando as zonas determinadas, onde o embarque e desembarque fica proibido entre 8h e 9h30 da manhã, e das 14h30 às 16h. Crianças e pais com deficiência estão isentos da punição. A medida conta com apoio da polícia local e agentes de trânsito.

Adotada em caráter de teste, a determinação poderá ser expandida por toda a Inglaterra para controlar o crescente número de pais que levam ou buscam os seus filhos de carro.

Veja também
Londres teve queda de mortes no trânsito após redução de velocidade
Londres terá mais bicicletas que carros nas ruas nos próximos anos
Veja tudo que já publicamos sobre a capital inglesa

Conduta de pais motivou a medida

Em comunicado, o conselho defende as razões da medida: “apesar de anos de campanhas e pedidos para que os pais se comportem com responsabilidade, uma pequena, mas determinada minoria continua a estacionar perigosamente fora das escolas, colocando as vidas das crianças em risco diariamente”.

O conselho já recebeu pressão de organizações que acreditam que tais medidas ameaçam o direito de ir e vir e a liberdade das pessoas. O líder do conselho de Havering, Jason Frost, mostrou que não se incomoda. “Prefiro ter queixas de que estamos incomodando um pouco os pais do que ouvimos que uma criança ficou gravemente ferida porque nada foi feito.”

O site do conselho informa que a regra foi pensada para que os pais parem de deixar ou pegar as crianças de carro na escola, de forma que outras pessoas “possam continuar com sua rotina normal” durante os horários de restrição. Estacionar nos locais permitidos continua sendo possível mesmo nos horários de restrição, que proíbem apenas pegar ou deixar crianças.


A rua em frente a uma das escolas onde a medida está em vigor, via Google Street View

Gostou da matéria? Doe um libre
e ajude nosso projeto a continuar!

Enviar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>