“Bicicletada pela Vida” ocupou Av. 23 de Maio em São Paulo

Apoie nosso trabalho,
doe um libre!

Protesto foi motivado pelo aumento nas mortes de ciclistas na cidade e pela omissão da gestão municipal. Foto: Willian Cruz

No sábado 2 de dezembro, centenas de pessoas realizaram a Bicicletada pela Vida, em protesto contra o aumento de mortes de ciclistas na cidade. Grandes avenidas foram ocupadas pela manifestação, que foi até a porta da Prefeitura, no centro de São Paulo.

Além das mortes de quem pedala e do desrespeito por parte de motoristas, cujos números vêm crescendo assustadoramente ao longo desse ano (55% e 62%, respectivamente), a indignação também era com a omissão da gestão João Doria, que interrompeu a expansão da malha cicloviária da cidade, suspendendo trechos que estavam em implantação e removendo estruturas existentes.

Foto: Willian Cruz

Todas as idades, origens, estilos

Em meio ao grupo formado por cerca de 800 pessoas, havia patins, uma bicicleta reclinada e até uma triple (com três lugares). Além de crianças, tanto pedalando quanto em cadeirinhas, havia animais de estimação em cestinhas e até mesmo em um trailer.

A diversidade do público era perceptível: do atleta ao idoso, da BMX à fixa, do bairro nobre à periferia. Todos unidos pelo desejo de reverter o caminho que a cidade está tomando.

Centenas de pessoas ocuparam a avenida 23 de Maio em bicicletas. Foto: Willian Cruz

Trajeto

Com faixas, cartazes e até música, o grupo formado por cerca de 800 pessoas saiu da Praça do Ciclista e ocupou todas as faixas da Avenida Paulista no sentido Paraíso. Na esquina com a Brigadeiro Luís Antônio, os participantes se deitaram no asfalto, em uma manifestação conhecida como die-in, onde se simula os mortos no trânsito. Viaturas da Polícia Militar faziam “fundo”, para que motoristas não ameaçassem a multidão com seus carros.

Depois de alguns minutos nesse cruzamento, o grupo continuou até o Paraíso e de lá desceu para a Avenida 23 de Maio, ocupando todas as faixas no sentido centro. A PM continuou fazendo a escolta e ajudando a bloquear acessos conforme a massa prosseguia.

Próximo ao centro da cidade, os manifestantes saíram por um acesso que leva à região da Sé. Passando por algumas ruas do centro histórico, chegaram à frente do prédio da Prefeitura, no Viaduto do Chá, onde permaneceram por um longo tempo.

De lá, subiram pela Consolação, voltando para a Praça do Ciclista. Um pequeno grupo ainda continuou pela Consolação, se dirigindo ao Largo da Batata.

Fotos e vídeos

Veja nossa galeria de fotos, uma panorâmica da Praça do Ciclista, o vídeo que foi transmitido ao vivo durante a manifestação, mostrando o ato na íntegra, e um vídeo feito por integrantes da Massa Crítica de São Paulo.

 

 

Clique aqui para assistir o vídeo

 

Clique aqui para assistir o vídeo
Gostou da matéria? Doe um libre
e ajude nosso projeto a continuar!

1 comentário para “Bicicletada pela Vida” ocupou Av. 23 de Maio em São Paulo

  • maria luciani

    É uma vergonha que ciclistas precisam fazer uma “bicicletada” a favor da vida. Penso que tanto motoristas quanto ciclistas, precisam mutuamente, se respeitar. Sou ciclista e vejo erros/abusos de ambas as partes. Com bom senso e amor ao próximo, todos podem conviver em paz e segurança.

    Thumb up 3 Thumb down 0

Enviar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>