Foto: Divulgação

“Ciclovia é para matar pessoas”, afirma candidato à Prefeitura de SP

Candidato do PDT à Prefeitura de São Paulo afirma que não fará ciclovias para ligar a periferia ao centro da cidade, por considerá-las “um convite para a morte”.

"Ciclovia no centro é para matar pessoas" Foto: Divulgação

Em entrevista à Bandnews FM, o candidato do PDT à Prefeitura de São Paulo, Paulinho da Força, disse que não fará ciclovias para ligar a periferia ao centro da cidade, por considerá-las “um convite para a morte”.

Segundo matéria no site da Band, Paulinho teria dito que “ciclovia no centro é para matar pessoas” e que “ciclovia não pode vir para o centro”. O candidato acredita que “ciclovia significa mais complicação”, referindo-se aos congestionamentos. Ele pretende construir ciclovias pequenas, ” de três ou cinco quilômetros, mas dentro dos bairros”.

Estacionado no século XX

Eu teria vergonha de dizer uma bobagem desse tamanho. Fica claro que, para o candidato, ciclovia é coisa para passear. Garantir a circulação segura de quem já utiliza a bicicleta, então, é coisa que nem passa pela sua cabeça. Conhece pouco seu eleitorado, composto por muita gente que atravessa a cidade em cima de uma bicicleta simples, vencendo dezenas de quilômetros diariamente, para contornar a deficiência de transporte público. Demonstra acreditar que as bicicletas atrapalham a circulação dos carros, por isso não podem ser estimuladas e devem ter sua circulação restrita à periferia, em circuitinhos onde não atrapalhariam os congestionamentos.

Olha, falta tanto embasamento nesse posicionamento que fica até difícil comentar. Difícil acreditar que teoricamente trabalha em favor da classe operária não perceba que ela usa muito a bicicleta para se transportar ao trabalho. Bem, talvez já tenha esquecido.

Além da visão retrógrada de mobilidade urbana, com declarações que parecem ter saído dos anos 80, o candidato dá mostras de que carece de um bom assessor, que lhe explique direito no que está entrando.  Precisa conhecer melhor a cidade e os cidadãos, os problemas e as soluções. Chega a parecer que ele concorre à Prefeitura apenas para chamar atenção e “fazer nome”, pois não parece preocupado de fato com a questão de mobilidade na cidade. Ou não tem a mais remota ideia da extensão desse problema.

Atualizado: leia a réplica do candidato

65 comentários em ““Ciclovia é para matar pessoas”, afirma candidato à Prefeitura de SP

  1. Sabe o que isto significa? Que nossos políticos não estão nem um pouco preparados para tornar a cidade de São Paulo em uma cidade melhor para se viver. Enxergando pelos olhos de um sindicalista: mais ciclovias, mais bicicletas. Mais bicicletas, menos carros. Menos carros, menor venda de carros. Menor venda de carros, maior desemprego nas montadoras de São Paulo… Opa, ciclovia prá que mesmo companheiro?

    Thumb up 1 Thumb down 0

  2. O candidato devia se preocupar com sua prestação de contas cheia de lama na época em que administrava dinheiro público no Ministério do Trabalho na gestão do Luís Inácio. E também ressarcir os cofres públicos.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  3. Boa tarde, gente

    Houve uma confusão sobre o que falei na Band. Eu defendo sim a construção de novas ciclovias e ciclofaixas na cidade, bem como bicicletários e melhor sinalização, tudo para melhorar a segurança do ciclista. O que eu questiono na entrevista é que, sem um planejamento correto e sem investimento em sinalização e outras melhorias estruturais, colocamos em risco a vida das pessoas que usam a bicicleta.

    Eu discuto isso com mais cuidado e explico no meu blog, caso alguém queira entender melhor: http://migre.me/9M0s0

    Thumb up 3 Thumb down 3

    1. Paulinho, boa atitude a tua de entrar no forum e tentar esclarecer algum eventual mal entendido. Parabéns! Mas, pq vc não aproveita e coloca aqui para estas pessoas o teu real compromisso em relação a essa questão? É evidente que a mobilidade urbana depende de tudo o que foi mencionado (planejamento viário, sinalização, infraestrutura, ciclovias, ciclofaixas etc), mas como prefeito vc teria como atuar sobre cada um desses pontos, ou não?… Pois então, coloque tuas propostas… Ou se ainda não as tem nesse quesito, não seria interessante pensar seriamente nisso e começar a trabalhar nesse sentido?

      Thumb up 2 Thumb down 0

  4. O que dizer? É o Paulinho da Força. O candidato que disse que não ia faltar cerveja no gabinete dele, e que disse conhecer bem São Paulo “pois jogou muito futebol”. Apesar de afirmar conhecer bem São Paulo, não sabe nem onde fica a Zona Oeste, e disse que vai “levar indústrias” para Marsilac (área de proteção de mananciais).

    É improvável que o partido dele, ou ele próprio, estão levando a candidatura dele a sério. Portanto, sem motivo para estresse…

    Thumb up 3 Thumb down 0

  5. A conclusão que tenho é de que esse candidato não anda nem de carro, nem de transporte publico, muito menos de bicicleta. Eu experimentei todos os meios de transporte possíveis para ir ao trabalho e nenhum foi tão bom quanto a bicicleta, de ônibus eu gastaria de 4 a 5 horas no transito (ida e volta) ao custo de aproximadamente R$ 140,00 por mês, para percorrer incríveis 22 km (ida e volta), de carro eu gastaria pra fazer o mesmo percusso R$ 80,00 de combustível por semana, acrescido de R$ 300,00 de estacionamento por mês totalizando R$ 620,00 gastando algo em torno de 3 a 4 horas por dia. E finalmente a bicicleta, que para percorrer o mesmo percusso eu não teria custo algum com combustível e gastaria 1 hora por dia ida e volta. Porque eu deveria ir de carro? Encher os cofres da prefeitura de $$$ com IPVA, multas, manutenção de carro e etc? Não é pra mim…

    Comentário bem votado! Thumb up 8 Thumb down 0

  6. Ele havia falado um pouco antes que a solução para o trânsito era a instalação de semáforos inteligentes como os que ele viu na Alemanha há 15 anos. Segundo ele esses semáforos abrem assim que você chega com o carro. Perfeito hein?

    Interessante que a gente só vê o que está habituado a ver. Se eu for para a Alemanha vou ver bicicletas e respeito, ele foi e viu carros.

    Comentário bem votado! Thumb up 4 Thumb down 0

  7. Estranho que em carta oficial enviada para a Ciclocidade, o mesmo candidato não parece tão estúpido assim (ou seria assessores diferentes?). Vejam lá:

    http://www.ciclocidade.org.br/noticias/238-confira-as-ideias-dos-pre-candidatos-a-prefeito-para-a-mobilidade-por-bicicletas

    “Paulinho da Força (PDT)
    Aumentar o uso da bicicleta é um bom investimento para a cidade, pois, mais do que uma questão de mudança nos transportes, é um incentivo à promoção da saúde da população. Porém, o que se tem visto em São Paulo é um confronto diário entre ciclistas, automóveis, motos e pedestres. É necessário desenvolver um plano completo e responsável de ampliação do uso de bicicletas na cidade, o que comporta, de maneira integrada, melhor sinalização, novas ciclovias e bicicletários, além de cursos de formação para ciclistas, de forma a garantir a segurança de quem optar por esse meio de transporte.”

    Thumb up 1 Thumb down 0

  8. Olha! Ou ele é muito, mas muito mesmo mal acessorado, ou ele é tremendamente sem noção mesmo, e acabou de chegar ao planeta terra por estes dias !

    Se for o primeiro caso, já era uma missão impossivel este Sr. ser eleito, agora então KKKKKK !
    Se for o segundo caso, BEM VINDO AO PLANETA TERRA! Onde as pessoas de bom senso e inteligentes, querem e tem o direito de usar Bicicleta, para uma qualidade saudável de vida, para despoluir o ar, para preservar melhor o Planeta!

    É um absurdo um candidato ser tão displicente com uma coisa que é tão séria, ele tinha mais é que dizer que SIM! Que iria fazer ciclovias de norte a sul e de leste a oeste da cidade, para que não só o trabalhador, mas como todos estudantes, donas de casa, pessoas de idade, todos pudessem fazer seus afazeres do dia a dia de Bicileta, com tranquilidade , com segurança, separado do transito ignorante da cidade!

    Imagina que maravilha se a maioria das pessoas deixassem o carro em casa pra resolver coisas rápidas e corriqueiras pela cidade pedalando, nossa qualidade de vida só iria aumentar!

    Ainda bem que o FIGURA ai em cima não vai ganhar mesmo! Mas podem ter certeza que na hora que ele cair na real da besteira que disse, vai voltar a trás rapidex!

    Bom pedal a todos!

    Thumb up 1 Thumb down 0

  9. Bom, eu já não ia votar nesse aí, agora então…
    Por favor, William, continue postando a opinião de cada um deles a respeito do tema. Estou curioso para saber exatamente o que cada candidato pensa a respeito. Não somente a opinião, mas o real compromisso… Isso norteará o voto de MUITA gente…

    Thumb up 2 Thumb down 0

  10. Se esse “colega” estivesse na região do ABC, ele não falaria essa bobagem. Muitos funcinários de grandes industrias do ABC, filiados ao sindicato dos metalúrgicos, DEPENDEM da bicicleta para ir ao trabalho. São pessoas simples, que também votam.

    Thumb up 3 Thumb down 0

  11. Pois é……sem noção, sem instrução, sem raciocínio…..ser político no brasil é sinonimo de ser rico…..querem ser politicos pra ficar ricos e entrar em seus helicópteros e achar que o futuro dele e de seus entes queridos estão a salvo por causa de seu dinheiro…..quando os netos não puderem mais sair de casa por problemas respiratorios, ou por cancer de pele, ou pela obesidade morbida pela falta de exercicíos, aí sim ele vai entender que a bike é hoje o meio de transporte mais eficiente que existe. Vc tem parentes crianças Paulinho? reveja seus conseitos……com urgencia!!!!!

    Thumb up 2 Thumb down 0

  12. Realmente ele deve ter se esquecido o que é ser operário e madrugar em cima de uma “bici” pra ir trabalhar…triste!

    Thumb up 1 Thumb down 0

  13. postura mais do que esperada.
    o cara é um representante pró industria automobilística. não era de se esperar uma visão e defesa de interesses diferente.
    cada um escolhe o candidato que merece. e esse não é o meu candidato mesmo!

    Comentário bem votado! Thumb up 6 Thumb down 0

    1. Concordo, ele é dos que acha que vai desenvolver o país vendendo mais carros, e a santo-sacra indústria automobilística, grande fonte de contribuições sindicais, deve ser protegida a qualquer custo (nem que esse custo seja dinheiro público e vidas).
      PS: Porque a indústria automobilística é boa para o sindicato: é uma indústria grande, rica e impessoal. Assim, o sindicalista vai lá, e negocia de uma vez um termo que rende milhões ao sindicato. Faz um discurso na frente do portão e consegue centenas de associados. Bem mais fácil que ter que camelar em dezenas de médias empresas, negociar com vários empresários diferentes, ter que conversar e entender o problema de diversos operários em situações diferentes e, heresia!, se deparar com pessoas que as vezes estão satisfeitas com seus empregadores. Assim, para um sindicalista que não quer ter trabalho, muito dinheiro, e está pouco se lixando para a situação do operário, a grande indústria automobilística é uma bênção.

      Comentário bem votado! Thumb up 10 Thumb down 0

      1. Vocês escreveram o que eu pensei na hora que li o artigo!!! E escreveram muitíssimo bem!! Meu voto é pelo meio ambiente (100 % reciclagem, bicicleta, calçadas verdes e proteção animal)!

        Thumb up 1 Thumb down 0

    2. Ele pode até apoiar a indústria automobilística, mas uma coisa não exclui a outra. Mesmo que se vendam cada dia mais carros e tenhamos cada dia mais engarrafamentos, ainda assim ciclovias são importantes para dar alternativa viável de transporte e segurança aos usuários.

      Falar o contrário é simplesmente um contrassenso.

      Thumb up 1 Thumb down 0

  14. Cidades com maior número de Bicicletas nas ruas, apresentam uma melhor qualidade de vida.
    Com o aumento de Bicicletas nas ruas, a evolução para um trânsito mais seguro e humano é inevitável!
    Bicicleta é saúde para o usuário e para a cidade.

    PRECISA MAIS?
    ACORDA SOCIEDADE!!!

    Thumb up 3 Thumb down 0

    1. Vai depender de quem estiver perguntando. Eu te garanto que se o sindicato dos taxistas fizer a pergunta, a resposta será um pouquinho diferente.

      Thumb up 1 Thumb down 0

  15. Será que ele não vê que quanto mais bicicletas nas ruas, serão menos carros, menos congestionamentos, menos lotações nos transportes em massa e menos poluição, etc…

    Thumb up 3 Thumb down 0

  16. Se isto é um candidato a Prefeitura que não sabe o que vem a ser mobilidade, então imaginemos o restante. Que preparação??????

    Thumb up 2 Thumb down 0

  17. Isso é só uma amostra, agora só nos resta imaginar o q ele pensa a respeito de todos as outras questões urbanas.
    EU …. HEIN!!!!

    Thumb up 2 Thumb down 0

  18. Se eu pudesse, teria apenas respondido “-o que mata sao os carros (ou melhor, alguns motoristas), e nao as ciclovias”

    Comentário bem votado! Thumb up 4 Thumb down 0

  19. Lamento, junto a tantas outras pessoas, o pensamento retrogrado e prejudicial a toda sociedade desse cidadão.
    Um individuo que quer ser prefeito de São Paulo que tem um pensamento desse nos faz compreender a violência, a intolerância e a falta de amor de nossas ruas…
    Infelizmente

    Thumb up 3 Thumb down 0

  20. Prezado Willian: o candidato certamente não costuma pedalar com observação apurada ao seu entorno e nem dimensiona a gravidade da infeliz declaração. Paulistanos ciclistas ou não: eliminem a criatura, imediatamente.

    Thumb up 3 Thumb down 0

  21. Concordo com a Aline. Vamos esperar e ver quem ele vai apoiar, pois eleito não vai ser nunca. Ainda resta uma pergunta no ar: qual será o posicionamento sobre esta declaração do apoiado, pois esse Paulinho, só está aí pra puxar voto pra alguém.

    Comentário bem votado! Thumb up 10 Thumb down 0

  22. Se ele estiver certo, então os moradores de Paris e Copenhagen devem ser muito burros mesmo. A gente que está certo de acumular carros, poluição e stress para dar um falsa sensação de conforto e prazer consumista ao comprar massas de ferro de 1 tonelada. Obrigado Paulinho Força, as montadoras e acionistas internacionais agradecem

    Comentário bem votado! Thumb up 38 Thumb down 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *