Bicicletas podem ser liberadas com o Bilhete Único, após cadastro no site. Foto: Willian Cruz

Bike Sampa agora tem 1 hora de gratuidade e liberação pelo Bilhete Único

Sistema de bicicletas compartilhadas paulistano passou a ter uma hora de gratuidade e liberação pelo Bilhete Único. Habilitação do passe não será mais cobrada.

Período de gratuidade no uso do Bike Sampa passa a ser de uma hora. Foto: Willian Cruz
Bilhete Único é alternativa à liberação por telefone ou aplicativo. Foto: Willian Cruz
Um leitor do Bilhete Único foi embutido de maneira discreta no totem da estação.
Para liberar a bicicleta, basta encostar o Bilhete Único na área indicada no totem. Foto: Willian Cruz

O tempo de locação gratuita das bicicletas do sistema Bike Sampa passou de 30 minutos para 1 hora em 25 de janeiro, aniversário da cidade de São Paulo. Na mesma data, o Bilhete Único passou a ser aceito para retirada das magrelas em diversas estações.

Em fase de testes desde abril de 2013 em três estações, o uso do Bilhete Único permite que a bicicleta seja retirada sem necessidade do uso do telefone ou do aplicativo de smartphone. Serão 46 estações habilitadas para uso do bilhete, espalhadas pela região central e Zonas Sul e Oeste. Os pontos mais recentes já foram instalados com a tecnologia para o uso do cartão de transporte.

O uso de Bilhete Único é bem simples: basta encostar o cartão no sensor, aguardar a mensagem e encostar uma segunda vez para confirmar. Uma bicicleta é destravada e seu número indicado no pequeno display. Para devolução o processo continua o mesmo e a devolução pode ser feita em qualquer estação, mesmo que ela não tenha o leitor do cartão.

É importante reforçar que para utilizar o serviço é necessário realizar um cadastro prévio no site do Bike Sampa, independente do formato utilizado (Bilhete Único, aplicativo ou telefone). A cobrança de R$ 10 para habilitação do passe não será mais realizada. A empresa está estudando a melhor maneira para ressarcir as pessoas que já possuem cadastro ativo e que pagaram o valor. Quem realizar o cancelamento do cadastro, receberá o valor debitado diretamente no cartão de crédito.

O Bike Sampa chegará a 300 estações até o fim de 2014, com 3 mil bicicletas disponíveis. A maioria dos bairros que serão contemplados são da Zona Leste, como Tatuapé, Belenzinho,  Penha, Carrão, Vila Matilde, Anália Franco e Itaquera. São mais de 571 mil viagens  e 220 mil usuários desde 2012, quando o sistema começou a funcionar.

13 comentários em “Bike Sampa agora tem 1 hora de gratuidade e liberação pelo Bilhete Único

  1. Boa Tarde, deveria ter empresatimo tambem para deficiente fisico, uma bike triciclo igual tem no parque ecologico do Tiete, tenho um, porem nao da para ir longe e no centro se tivesse o triciclo para alugar seria uma boa. Coisa para se pensar nos temos o mesmo direito.

    Thumb up 2 Thumb down 0

  2. Eu vi a estação que fica na Galvão Bueno (Liberdade) toda estourada. Seria demais pedir que a bandidagem tivessem um mínimo de decência e consciência… Dessa forma ficamos sem os postos e sem as bikes. E eu não tiro a razão do Bike Sampa em tirá-las de lá. Pra que ficar dando bicicleta pra ladrão? Se esses pontos da cidade não tem segurança pra recebê-las, então que sejam destinadas a outros lugares onde serão aproveitadas por gente de bem, não ladrões.

    Thumb up 2 Thumb down 0

  3. William, sabe alfuma coisa sobre a desativação de algumas estações no Centro, supostamente por conta de (preguiça em lidar com) vandalismo e furtos? Merece uma matéria do vá de bike! Faz tempo que não vejo bicicletas nas estações da sé e liberdade. Lamentável.

    Comentário bem votado! Thumb up 4 Thumb down 0

    1. Que tal uma matéria sobre o fechamento das estações do bikesampa no centro? Desculpem insistir no assunto, mas não vi uma nota sobre o assunto no site.

      Thumb up 2 Thumb down 0

  4. O sistema de associação não aceita o novo modelo de bilhete, o bilhete único mensal. O sistema ficou “só” 8 meses em teste e ainda não foi feito direito. Incrível!

    Thumb up 0 Thumb down 0

  5. “basta encostar o cartão no sensor, aguardar a mensagem e encostar uma segunda vez para confirmar. Uma bicicleta é destravada e seu número indicado no pequeno display.”
    O seja, QUALQUER bike pode ser destrava. Quem já usou sabe que algumas estão em situação precária, com pneus murchos.
    O usuário deveria escolher qual bike liberar.

    Comentário bem votado! Thumb up 6 Thumb down 2

  6. Gostaria de saber o que houve com as estações do Centro (Líbero Badaró, Pça João Mendes, etc) onde os postos foram desativados. É provisório?

    Abraços!

    Thumb up 3 Thumb down 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *