Na calada da noite, condenaram milhares de pessoas à morte

Há seis anos, o Conama fez uma resolução obrigando a ter menos enxofre no diesel a partir de janeiro de 2009.

O enxofre é o poluente mais nocivo à saúde humana e causa a morte de cerca de 3 mil pessoas ao ano – só em São Paulo! O paulistano tem 20% mais risco de ter câncer de pulmão e 30% de sofrer doenças cardiovasculares, devido à poluição do ar.

As montadoras de veículos (que teriam que adaptar seus carros) e a Petrobras (que teria que limpar seu combustível) vinham negociando o adiamento dessa mudança há meses. Parece que preferem que as pessoas continuem morrendo e encaram a questão como gastar dinheiro em algo que não trará retorno financeiro (entenda melhor o problema).

Na quinta-feira passada, 30/10, finalmente conseguiram esse adiamento. Em plena madrugada, as seguintes empresas e entidades se reuniram para decidir, às escuras e com o aval do Ministério Público Federal, do governo federal e do governo do estado de São Paulo, pela continuidade dessas mortes em nome de seus lucros:
– Petrobras
– Fecombustível
– Agência Nacional de Petróleo (ANP)
– Anfavea
– Empresas montadoras de motores

Ou seja: quem fabrica carros e combustível decidiu manter as mortes por envenenamento do ar por enxofre. Assinaram a sentença de morte de milhares de pessoas e Embora não há base legal para condená-los por isso. Devem considerar as doenças e mortes como “um custo aceitável”… Claro, não são eles que pagam. Não são os filhos deles que vão morrer em um hospital público com doenças respiratórias. Enxofre no pulmão dos outros é refresco.

Para protestar contra esse acordo assinado com sangue, a Fundação SOS Mata Atlântica realizará uma manifestação nesta quarta-feira (5/11). O convite está logo abaixo.

Se você percebeu o tamanho dessa sacanagem que estão fazendo, em nome dos lucros, em nome do egoísmo e da ganância, com a conivência do governo, faça um esforcinho e participe. Temos que mostrar que não somos trouxas, não somos idiotas, não somos o gado a ser manipulado por essa gente que pensa que é dona de nossas vidas.

Esteja presente, engrosse o coro, mostre que você não quer engolir calado o que estão fazendo. Não seja conivente com essas mortes. Afinal, o envenenamento do ar também afeta você. Participe!

Ato pelo Diesel Limpo
Manifesto a favor da vida nas cidades brasileiras

A Fundação SOS Mata Atlântica convida para ato contra a medida que permite que o diesel produzido no Brasil tenha mais enxofre do que a Determinação do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA). Participe nesta quarta-feira (5 de novembro), às 11h, em frente ao prédio da Justiça Federal (esquina da Rua Peixoto Gomide com a Avenida Paulista, ao lado do MASP, em São Paulo). Na ocasião será apresentado um MANIFESTO da Coalizão das Organizações pela Vida. Proteste a favor da saúde dos moradores das áreas urbanas que respiram diariamente a poluição produzida pelo diesel sujo.

Um acordo firmado na madrugada do último dia 30/10 está regulamentando o não cumprimento da Resolução 315 de 2002, que determinava a adoção em todo o país do diesel S50, com 50 ppm (partes por milhão) de enxofre, substância poluente e com potencial cancerígeno.

Hoje, o diesel vendido no interior do país tem 2000 ppm de enxofre. A norma que entra em vigor a partir de 1º de janeiro prevê que o combustível deverá ter 1800 ppm deste componente, quantidade que será gradualmente reduzida até 500 ppm, 900% mais poluente do que o S50.

Esta manifestação faz parte de uma mobilização em curso em todo o território nacional em defesa da vida.
Compareça e se manifeste a favor da sua saúde e do meio ambiente!

Contatos pelo info@sosma.org.br

Enviar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>