Revista eletrônica em apoio aos ciclistas de PoA

Apoie nosso trabalho,
doe um libre!

POA 2502: respondendo com arte à brutalidade do acontecimento

Trinta artistas – entre escritores, ilustradores, poetas, desenhistas e outros tantos – se uniram solidários aos ciclistas atropelados em Porto Alegre para criar a POA 2502, que reúne quadrinhos, poemas, ilustrações, depoimentos, contos, fotos.

Ciclistas ou não, os artistas retratam a importância do uso da bicicleta como meio de transporte e respondem com arte à brutalidade do acontecimento.

Baixe, leia, compartilhe

A revista está disponível para download neste link. Baixe, leia, distribua, divulgue. Ao comentar no twitter, use a hashtag #poa2502. E comente aqui, nesta página, o que achou da revista, o que mais gostou, o que te fez pensar.

Lançamento oficial

Haverá um lançamento oficial no dia 9 de março, quarta-feira de cinzas, quando o ano realmente começa. Apesar da revista ser virtual, haverá abraços reais e bate-papo na Praça do Ciclista, a partir das 19h, em São Paulo. Compareça, conheça e converse com os autores e editores. Estão todos convidados, ciclistas ou não.

“Ciclistas são os modernos bandeirantes, resquício de nossa era colonial pela coragem em desbravar territórios selvagens, por encontrar um espaço para passagem onde parece não haver vida além de quatro ou mais rodas” – do texto de Elisa Andrade Buzzo, na POA 2502

Mais informações

Reproduzo abaixo o texto que recebi como divulgação, que explica como surgiu a idéia, quem participa, como foi produzida a revista. Estão todos de parabéns.

“Após a notícia do atropelamento percorrer o Brasil, cinco escritores indignados dispararam uma convocação por e-mail. Para sua própria surpresa, receberam, num período curtíssimo, dezenas de mensagens, muitas de interessados, muitas outras demonstrando apoio ao projeto. Nos três dias seguintes, vieram os trabalhos, a maioria feita no calor da hora, no fervor da indignação. São esses os trabalhos que compõem a revista.

O fotógrafo Leo Caobelli criou sua obra a partir de uma cópia do e-mail que enviou ao agressor, Sr. Ricardo José Neis. André Dahmer, criador d’Os Malvados, contribuiu com tirinhas conhecidas, que apoiam o uso da bicicleta como meio de transporte. A poeta Lilian Aquino compôs um poema carregado de uma sensualidade cáustica, que fala à altura do acontecimento. Cauê Ito enviou uma foto de sua viagem ao Japão, de quando comprou uma bike e se perdeu pelas ruas de Kyoto. A escritora Veronica Stigger trouxe duas fotos de sua intervenção chamada “pré-histórias”.

A revista traz poucas unanimidades, a começar pelo fato de que os seus autores não são necessariamente ciclistas. Todavia, têm em comum a solidariedade do luto e do alívio em saber que não foi necessária uma morte para disparar o ato. O atropelamento em Porto Alegre se destacou da massa diária de crimes de trânsito por ter vitimado não um indivíduo, mas um grupo. Contudo, como seria se, ao invés de vinte, um único ciclista fosse atropelado? A fragilidade do ciclista é a fragilidade do artista é a fragilidade humana.

Editada somente com softwares livres, a Revista POA 2502 é licenciada com direitos autorais liberados para uso não comercial, podendo ser copiada e redistribuída na forma em que se encontra.”

Gostou da matéria? Doe um libre
e ajude nosso projeto a continuar!

3 comentários para Revista eletrônica em apoio aos ciclistas de PoA

Enviar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>