Se você pedala em São Paulo, não vá ao Shopping Center Norte

Foto: O Bicicreteiro

A não ser que goste de ser tratado como terrorista. Entenda aqui.

Os shopping centers de sua cidade recebem bem o ciclista e o reconhecem como cliente? Comente.


28 comentários para Se você pedala em São Paulo, não vá ao Shopping Center Norte

  • Gedder

    Estou morando em Teresina-PI e trabalho em uma das lojas localizadas dentro do shopping Teresina. Estou com um problema de saúde e o médico recomendou q eu fizesse atividades físicas. Então decidi aderir à bicicleta como meio de transporte.
    Quando chego ao shopping um segurança me diz para entrar pela “doca” da próxima vez. Tranquilo, sem problema algum, mas quando estou indo embora acompanhado de dois colegas de trabalho, sou abordado por dois seguranças me dizendo que não posso adentrar ao shopping com a bicicleta de maneira alguma, nem mesmo pela “doca” como o outro segurança havia sugerido. E disseram para eu colocar a Bicicleta no estacionamento por minha responsabilidade. Ou seja, se ela for roubada eles não se responsabilizam.
    Eu achei um absurdo, estou no meu ambiente de trabalho e sou proibido de colocar em segurança o meu meio de transporte dentro da loja, sendo que tenho autorização do meu gerente. Não vai ficar por isso.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Fabiana

    No ABC que eu conheço:

    Golden Square – ok, simples com barra para prender a bike, pode ir pedalando.
    ABC – Tem espaço reservado
    Grand Plaza Santo André – Reservado, deixa número do RG e leva cartão, com vigia. Ponto negativíssimo: fica FORA do Shopping, tendo que atravessar a avenida em um lugar nem um pouco seguro, correndo o risco de ser assaltado.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • gilberto

    NO BOURBON SHOPPING o tratamentom é vip para os bikers, show eles cuidam bem pois é mantido um guarda anotando o rg e a marca.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Adrianno

    Chega a ser bizarro. Aqui na cidade temos bicicletários, mesmo que pequeno, em grandes estabelecimentos, quase todos, mas já é alguma coisa (isso é lei municipal). No Centro não tem e sofre das mesmas questões de São Paulo: Bicicleta não recebe o mesmo tratamento pois não paga a vaga.

    Os dois shoppings que conheço bem possui bicicletérios compartilhados com o estacionamento de motos. Você deixa o número do RG e ganha um ticket ou cartão que entrega na hora de ir embora. Podia ser aplicado por ai.

    Abraços,
    Adrianno
    São José dos Campos-SP

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Pedro

    Sou da zona oeste e costumo frequentar os de Osasco e tatuapé (embora seja na leste). Admito desconhecer o acesso as magrelas e creio que em Osasco (União e SuperShopping) eu não vi bicicletário em nenhuma delas. Até onde eu sei no Tatuapé também não possui local destinado.

    Ratifico que posso estar enganado nas minhas respostas.

    A propósito alguém aqui costuma andar na ciclovia do rio pinheiros?

    [comentário editado para retirada de informação publicitária]

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Diego

    Em Recife, o Shopping Plaza Casa Forte tem bicicletário coberto grátis, com controle de entrada e segurança. No Shopping Recife, salvo engano, tinha um bicicletário descoberto, não sei se com a recente reforma algo melhorou.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Juliana

    Moro em santo andre e tantp no Shopping ABC quanto no ABC Plaza possuem paraciclos. Ja usei do Shopping ABC… Sempre sou muito bem recebida e as funcionarias sao muito atenciosas e competentes…. A unica negativa eh que os paraciclos sao daqueles tipo gancho… Guardar a bike pendurada pela roda… Por isso prendo junto à estrutura do paraciclo.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Michel Ribeiro

    Aqui em Belém boa parte dos estacionamentos tem bicicletários, mas boa parte deles são velhos e mal cuidados. Nos shoppings da cidade os bicicletários tem segurança e em alguns supermercados também, mas sempre de uma maneira meio “arranjada”. Belém tem muitos ciclistas de baixa renda que mal conhecem o CTB ou usam equipamentos de segurança, então há uma demanda muito grande por bicicletários, mas estes quase sempre são mal arrumados, são antigos e são sinalizados.
    Mas continua o esforço e o trabalho para que isso continue melhorando aos poucos.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Alguém já teve experiência no shopping Ibirapuera de São Paulo? Tem bicicletário lá?

    Thumb up 0 Thumb down 0

    • Letícia, o Ibirapuera foi um dos primeiros Shopping de São Paulo a ter bicicletário, existe há muitos anos. Tem que parar a bicicleta de pé, o que é um pouco difícil para algumas pessoas, mas é em área segura e com controle de acesso.

      Thumb up 0 Thumb down 0

  • Guerra

    Sou de Santos e aqui meu relato é bem simples: NENHUM,absolutamente NENHUM shopping da cidade,incluo aí Sao Vicente que é uma cidade que faz divisa,permite a entrada de bikes.Detalhe que são cidades praianas com ciclovia por toda a orla e várias outras(ainda que insuficientes e mal feitas)e 100% planas,onde o uso de bike é imenso.Questionei quase todos os shoppings e em um deles Miramar Shopping me ligou o advogado e muito ironicamente me disse que não aceitavam e não pretendiam nunca aceitar.Enquanto isso o governo se preocupa em abaixar o IPI para vender mais alguns automoveis,afinal, a cidade precisa deles pois estão em falta.

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • Ricardo Scheicher

    Certa vez, com necessidade de ir a um supermercado existente dentro do Shopping Dom Pedro, em Campinas/SP, entrei com a minha bicicleta no estacionamento. Não havia indicação por placas sobre nenhum bicicletário. Como o Shopping é muito grande, não é possível visualizar.
    No momento em que entrei, um comboio de seguranças com motos impediram minha passagem colocando suas motos em minha frente. Eles simplesmente disseram que eu não poderia estar ali. Me disseram que eu deveria travar minha bicicleta do lado de fora ou ir embora. Resultado: Fui embora!!!
    Dias depois, descobri por conta própria que o Shopping possuía um bicicletário com certa segurança. Os seguranças não me informaram sobre ele e ainda me trataram muito mal. Me senti invadindo a casa de alguém.
    Enviei e-mail à administração do Shopping informando o ocorrido, mas não obtive respostas. Simplesmente ignoraram.

    Comentário bem votado! Thumb up 4 Thumb down 0

  • Netto

    Em Ribeirão Preto são 3 shoppings (um 4º esta em construção, Shopping Iguatemi).

    Ribeirão Shopping: nunca tive problemas em pedalar la dentro. Tem um bicicletátio junto com o estacionamento de motos. Não pedem identificação para estacionar nele e não cobram pelo uso. Bom.
    Novo Shopping: também sem problemas pra pedalar do estacionamento até o bicicletário. Quer dizer, é um espaço cercado ao lado do estacionamento de motos. As bikes ficam empilhadas junto as outras. Marcam nome e RG e colocam um lacre com número. Tb é gratuito. Bom tb.
    Shopping Santa Ursula: estacionamento subterrâneo. Até 5 anos atras, não era permitido nem entrar com a bike (segurança me barrou antes mesmo de eu passar a cancela. Uns 2 anos depois, foi colocado um paraciclo… no fuuuuundo do estacionamento de motos. Atualmente o paraciclo fica loco na entrada do estacionamento de motos. Pedem nome, RG, descrição da bicicleta e marcam horário de entrada e saída. Muito bom.

    Thumb up 1 Thumb down 0

    • Eduardo

      07/07/16. Acabo de voltar do Ribeirão Shopping @ribshopping. Apesar do bicicletário junto as motos, acabo de ser repreendido por dois segurança pois amarrei a bike junto a um posto no estacionamento próximo a entrada da Renner. Pois bem vejamos. Um local com 105.357 m² de área construída só permite o estacionamento em um ponto. Esteja de carro e você poderá estacionar em pelo menos três pontos diferentes. São 4.100 vagas (2.700 vagas cobertas). Hora, resta uma injustiça para que esta com uma magrela que ocupa menos de 2m² estar obrigado a estacionar em apenas um ponto. De carro ou SUV mostro, que ocupa, pelo menos, 6 m² vc estaciona onde quiser. Será que é porque o estacionamento de bike é gratuito e o de carro não???

      Thumb up 0 Thumb down 0

  • Guilherme

    O Walmart também é outra desgraça, pelo menos a loja da Washington Luiz, fui uma vez de bike, mandaram eu prender a bike numa grande ao lado de uns geradores, não consegui passar o cadeado e ainda me sujei inteiro, não voltei mais lá nem a pé, nem de bike e nem de carro.

    Thumb up 3 Thumb down 0

  • Já fui impedido de deixar a bicicleta no Center Norte, tive que deixar a bicicleta na calçada do lado de fora do shopping.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Marcio Rocha

    Aqui em Brasília estive em 3 shoppings, todos com bicicletário:

    Terraço Shopping: bicicletário externo, exposto ao tempo, mas com segurança. É o mesmo local usado para motos. Gratuito!

    Pátio Brasil Shopping: bicicletário logo na entrada do estacionamento interno para carros. Gratuito!

    Brasília Shopping: bicicletário também no estacionamento interno de carros. Gratuito!

    Se não me engano, no Conjunto Nacional também tem bicicletário gratuito no estacionamento para carros. Não tenho certeza.

    Thumb up 3 Thumb down 0

  • Teve um dia em que eu passei nesse shopping e deixei a minha bike estacionada aonde deixam as motos, até porque eu não sabia onde era o local exato, foi então que um segurança, de uma maneira muito grosseira me pediu para colocar no paraciclo. A verdade é, ele não deixam o paraciclo bem sinalizado, e os funcionários não explicam corretamente como chegar nesse paraciclo.

    Porém, tem um shopping aqui em Santo André – SP, onde tem um bom bicicletário, e também tem um extremo controle para poder deixar a bike lá, e na hora de retirar também.

    Semana passada, eu passei num banco BRADESCO, que não foi falar o nome. E na entrada do estacionamento, eu perguntei para o funcionário, de tinha algum lugar que podia deixar a bike(eu só ia usar um caixa eletrônico), de repente, o gerente sai e queria me cobrar o valor de R$ 1,50 para deixar a bicicleta em qualquer lugar. É um valor muito baixo, mas e os riscos? Eu revolvi passar em um outro banco da mesma instituição, e lá eles não me cobraram nada, e ainda deixou a minha bicicleta em um local diferenciado(isto é, longe de algum motorista barbeiro possa bater na minha bike).

    Eu fiquei revoltado, por querer me cobrar por algo que eles não têm. Se tivesse alguma estrutura para deixar a bike, certamente não teria problema algum em pagar os R$1,50. Isso seria uma BIKEFOBIA do gerente??

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • André Mezabarba

    Experiencia em alguns estabelecimentos de Belo Horizonte:
    1. Minas Shopping – Já fui abordado por um segurança me pedindo pra empurrar a bike – e eu lá bacaninha de capacete, óculos, luva e pedalando na boa, um tempo depois vi uns moleques pedalando no estacionamento: quase atropelando as pessoas, empinando, ect… me esquecendo: não há bicicletário, tem que improvisar em algum poste, grade…

    2. Extra (Junto ao Minas Shopping, mas tem estacionamentos independentes) – nenhum problema pra entrar no estacionamento – a não ser aquela maldita cancela que fecha rapidinho pra nenhum motorista sair sem pagar o estacionamento, mas não tem bicicletário, novamente grades, postes se tornam bicicletários.

    3. Carrefour Pampulha – Nenhum deles há bicicletário, e em um deles (hiper) um segurança me pediu pra estacionar a bike no piso inferior do estacionamento.

    4. Shopping Del Rey – Quando você está procurando um local pra estacionar, um destes seguranças que rondam te pede pra estacionar no estacionamento de motos, mas chegando lá, lhe pedem pra colocar a bike do lado de fora da grade, mas não te impedem de pedalar.

    4. Hiper ViaBrasil – O estabelecimento tinha um bicicletário (do tipo “entorta roda”) do lado externo, mas sempre com algum segurança perto (não é permitido adentrar o estacionamento) mas depois de uma reforma, tiraram ele (Higienismo?) e desde então o ciclista que se f***.

    5. Walmart Pampulha – falta o bicicletário, mas já entrei algumas vezes nele sem que ninguém me incomodasse.

    6. Shopping Boulevard – Tem o bicicletário, fizeram uma ciclovia do lado externo, mas depois da entrada tem que empurrar a bike. E infelizmente um colega já sofreu com algum vândalo: alguém estragou os suportes do velocímetro e do farol que ficaram na bike.

    7. Shopping Norte – Não tem bicicletário e na entrada tem uma maldita placa R12, ou seja, você não é bem vindo.

    8. Shoppings populares – nestes nem pra carro tem vaga (exceto um) mas nenhum deles tem estrutura pras bicicletas

    9. Banco do Brasil: Em todas as agencias foram instalados bicicletários, de vez em quando vejo alguma magrela neles.

    10. Outros Bancos: parecem até remover os possíveis locais que poderia fixar uma bike, não se encontra um poste, grade ou qualquer coisa onde possa fixa-la, apenas um piso liso de concreto (que deveria ser passeio, mas fica infestado de motos).

    11. Pedala BH – Programa da prefeitura de BH que trabalha quase sempre no “faz de conta” então colocam paraciclos onde fazem de conta que vão parar dezenas de ciclistas, mas a realidade é que a localização de tais paraciclos são um tanto estranha, assim como a rede cicloviária, que chega ao absurdo de uma ciclovia terminar a menos de 500m de outra, ou seja: faz de conta que as ciclovias são “unidas”.

    Comentário bem votado! Thumb up 4 Thumb down 0

    • Opa!
      Bacana o relato, André! Vou divulgar.
      Sobre as agências do BB, como você soube que foram instalados Bicicletários em todas as agências? Já vi muitas, e até marquei neste mapa (http://goo.gl/US82A). Não tive retorno dos e-mails/tweets que mandei pro BB solicitando a lista de agências onde foram instalados. Mas há muitas também em que não há (principalmente no centro).

      Voltando aos Shoppings de Belo Horizonte:

      6 – Shopping Boulevard: Pra mim, é a melhor opção de estacionamento dentre os shoppings, pois o estacionamento fica a menos de 40m da entrada da garagem. Os suportes são muito esquisitos, mas dá pra prender a bicicleta. Nunca fomos impedidos (eu e minha esposa) de entrar/sair pedalando.

      12 – Pátio Savassi: Não possui Bicicletário, mas o estacionamento de motos é aberto aos Ciclistas. Fica no 3o subsolo. Para sair, recomendo usar a saída da Garagem da Contorno, pedalando 2 “andares”. A rampa não é muito inclinada, e há espaço suficiente para empurrar, sem ser ameaçado pelos motoristas.

      13 – Itaú Power Shopping (BH/Contagem): Havia um “bicicletário” improvisado em frente à loja da Leroy Merlin, mas acho que foi retirado. Mas já vi muitas bicicletas presas em grades e postes lá dentro.

      14 – Diamond Mall: Não possui Bicicletário, e cobram dos ciclistas a mesma taxa de motos para o estacionamento. A solução “free” é deixar nos postes próximos das 3 entradas. Como há sempre seguranças particulares por perto, é relativamente seguro.

      15 – Extra Hipermercado (Santa Efigênia): Não há Bicicletário, mas ciclistas são permitidos. Sempre prendo a bicicleta nas baias dos carrinhos.

      Sobre o Pedala BH:
      O programa se arrasta desde 2007, tendo construido suas primeiras ciclovias apenas em 2011. Falta planejamento, campanhas educativas e as sugestões dadas por ciclistas foram todas ignoradas. Porém, se houvesse mais organização entre os próprios ciclistas, seria possivel fazer mais pressão. Hoje, 06/06 haverá uma audiência pública na Câmara Municipal (13:30), sobre o andamento do programa.

      Thumb up 1 Thumb down 0

  • Vitor Kiyoshi Arimitsu

    O shopping Iguatemi/SP tem um pequeno bicicletário (~ 15 vagas), com tomada para recarregar bikes elétricas. Lá eles anotam o seu nome, RG, marca da bike e conferem na hora que você está saindo.

    Thumb up 0 Thumb down 0

Enviar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>