Após polêmica, Paulinho da Força afirma ser favorável a ciclovias

Após a repercussão gerada pela afirmação de que “ciclovia é para matar pessoas”, o candidato Paulinho da Força entrou em contato via twitter e comentário no Vá de Bike, afirmando defender “investimento em ciclovias e maior segurança para ciclistas”.

Segue abaixo sua réplica, na íntegra, conforme publicada em seu blog:

“Há uma pequena confusão circulando pela internet sobre minhas propostas para o uso da bicicleta na cidade de São Paulo.

Trata-se de um mal-entendido sobre uma entrevista que eu dei à Band News esta semana. Na entrevista, eu defendo que seja dada prioridade à criação de ciclofaixas e ciclovias nos bairros da cidade. Afirmo também que construir ciclovias no centro da cidade, sem o devido planejamento, ‘pode matar pessoas’.

Na verdade, eu considero importante e saudável que venhamos a construir ciclovias na região central. O que defendo é que isso seja feito de maneira organizada, dentro de um plano mais amplo de transportes, construído com a participação da sociedade. Fazer com que a bicicleta dispute o espaço com pedestres e carros, como tem acontecido em nossa cidade, isso sim é um erro e um perigo de morte para os ciclistas.

Aumentar o uso da bicicleta na cidade é positivo e poderá melhorar o trânsito, diminuir a emissão de poluentes, dar mais qualidade de vida às pessoas e reforçar as relações dos cidadãos com a cidade.”

Paulinho da Força


31 comentários para Após polêmica, Paulinho da Força afirma ser favorável a ciclovias

  • […] a repercussão negativa da “proposta”, ele voltou atrás e, por meio de nota, disse considerar importante e saudável construir ciclovias na região […]

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Marcelo Duilio do Nascimento

    Não se pode esperar que um candidato comprometido a vida toda com as montadoras de automóveis venha agora estimular o uso de bicicletas.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Caros ciclistas,

    Vejo, na explicação do candidato a prefeito, que ele continua defendendo a segregação da bicicleta. Porque continua dizendo que defende que, este veiculo, só circule nos espaços reservados a ela. Continua, na sua manifestação demonstrando completo desconhecimento das leis de trânsito que prevê a circulação de bicicletas nas vias publicas e, que as mesmas tenham a preferência e a proteção, com relação aos veículos motorizados.

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • Marcelo MIg

    O que é mais legal disso tudo é ver um candidato entrando em um blog frequentado por ciclistas para tentar corrigir as besteiras ditas anteriormente. Sinal de que a bicicleta entra (com enorme atraso, é verdade) na vida da cidade.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Eu não chego ser ciclista chato, mas sou um cidadão chato pacas. Sei que minha economia melhorou, usando bikes, minha saúde está ótima devido a bikes… é claro que passo de vez em quando nos prontos socorros da vida devido a falta de respeito que há no artigo 201 do CTB e embora eu tenha quase 50 anos, estou melhor que muitos de 20 anos. O que me ajuda, talvez é morar em uma cidade que possa mudar o conceito de progresso, pois as ciclovias são isso, progresso com planejamento…
    Sou ciclista a muitos anos, mas só agora, com muita força e o movimento dos ciclo ativistas estamos empenhados e estamos promovendo caminhadas, pedaladas, cicloturísmos, estamos chamando todos para as ruas para brigar pelo seu lugar que te pertence… aos pedestres digo que essa é uma vitória dos pedestres e daqueles que surfam de 4 rodas e que pedalam em 2 rodas. Qualquer via ciclistica que tenha uma ida e volta,será bem vinda…
    Sou de São Bernardo do Campo, com muita reclamação e pedidos, fizeram uma ciclovia que tenha uma função de transportar…é fina, reconheço, mas é o nosso começo.
    Tome cuidado com o que diz, se for ciclistas vc nem imagina quantos que são eleitores nas grandes cidades.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Valdemir

    Politico é politico,antes de se eleger é a favor de tudo, depois…. por isto sempre é bom ficar esperto!
    Concordo com as colocações do Fábio, acho assim que CICLOVIAS DE VERDADEEEEE!!!! Não estas pintadas e com coneis separando o transito, com dia e hora marcada ! Mas as verdadeiras vias exclusivas para bike Bem planejadas e se interligando por toda a cidade, bairros etc, seria sim uma boa e uma grande solução para a mobilidade mais rápida e segura do Ciclista, e não meramente ficar ai pintando rua e colocando desenhinho de bicicleta no chão, que sinseramente os motoristas não vão respeitar mesmo, Alguns aqui no site que como eu dirigem seu carro quando nescessário porém na maioria do tempo ama muito mais andar de Bike pode ter certeza absoluta que respeitam demais o Ciclista e as leis quando está dirigindo, mas infelizmente a maioria dos outros motoristas Ociosos, preguiçosos e dependentes de carro e fumaça, estes não tão nem ai com o que a banda toca ! Só respeitam quando a lei tá em cima multando e olha lá hein, as vezes nem assim!

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • Caros amigos e amigas,

    O sindicalista em questão continua não passando segurança, quanto a sua posição ao ciclista e, também, como a maioria das “lideranças” sindicais, que não tem e nem procuram, o preparo necessário para pleitearem ser representantes de nossa sociedade. Salva-guardando raríssimas exceções. É triste mas é o quadro que nos apresentam para as próximas eleições.
    O que podemos fazer? Eu lhes digo… não votem neles e vamos fazer campanha para que estes não consigam chegar ao poder..

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Se tudo procede, sugeriria o Paulinho da Força processar a equipe da Band News FM. A impressão que tenho ao ler a matéria no site e este comentário dele aqui depois são praticamente antagônicas.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Diego Aguiar

    Falou muito e não disse nada.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Chen

    já sei em quem não vou votar!! O que mata pessoas é imprudência, falta de educação, excesso de velocidade, falta de respeito à vida e ao próximo.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Zé Ovo

    Paulinho não ganha nem pra sindico de condominio, o cara é um perdedor.Entrou pra perder.

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • Pablo Reyes

    e logico que qdo significa a perda de votos, nada melhor q mudar de opinião!!!! simples assim.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Oswaldo Tobal

    Ele falar tudo o que disse sobre as ciclovias, simplesmente já o colocou como um candidato a menos para se dar crédito. Contradizer o que foi dito, é negar sua autencidade naquilo que diz ou pretende fazer. Daqui para frente como ter crédito em suas propostas? Vai falar muito e não fazer nada.

    Comentário bem votado! Thumb up 5 Thumb down 0

  • Mauro-SP

    Eu havia criticado o candidato no post anterior e também escrevi uma resposta ao post dele, pedindo para que ele voltasse ao forum e aproveitasse de discutisse sua plataforma. Ele até pode não ter sido extremamente claro como desejaríamos, mas acho muito louvável ter vindo aqui e debatido abertamente… Cadê os outros candidatos???

    Comentário bem votado! Thumb up 6 Thumb down 0

  • Político tenta falar tudo o que o eleitor gosta de ouvir, agora fazer é outra história …

    Thumb up 1 Thumb down 0

    • Perfeito. No caso da BandNewsFm, o ouvinte principal é quem usa carro, ou seja, falar de bobagens como semáforos automáticos e garantir para os motoristas que nunca nenhuma via perderá uma faixa para a construção de uma ciclovia é o certo a fazer para conseguir mais votos.

      Comentário bem votado! Thumb up 9 Thumb down 0

  • Ricardo Scheicher

    Também não me convenceu esta réplica do candidato. Infelizmente ele mostra que não possui nenhum base para falar sobre o assunto de mobilidade. Isso é extremamente ruim. Primeiro pois é um assunto que está na moda e se não for abordado, acabará se dando mal. Segundo e principal motivo, pois temos em vigor a lei federal de mobilidade urbana, que obriga até 2015 que as cidades com mais de 50mil habitantes possuam um Plano de Mobilidade Urbana.
    Neste plano a cidade deve contemplar melhorias para todos os níveis de mobilidade (pedestres, ciclistas, cadeirantes, ônibus, etc.) de maneira sustentável.
    Paulinho demonstra que nem conhece esta lei.

    Abraços,
    Ricardo.

    Comentário bem votado! Thumb up 5 Thumb down 0

  • Oi Fábio

    Publiquei no meu blog (http://www.deputadopaulinho.com.br/blog.php?id=346) resposta ao seu comentário. Reproduzo abaixo, para facilitar a conversa:

    “OI FÁBIO,

    gostei que tenha enriquecido essa discussão compartilhando a sua experiência pessoal como ciclista. Você vive na pele o que é ser ciclista hoje em São Paulo e eu fico muito feliz de poder trocar informações com você.

    Concordo plenamente quando você diz que seria um absurdo proibir o trânsito de bicicletas, seja em qual via da cidade for. Sou contra esse tipo de proibição, assim como sou contra o pedágio urbano e outras medidas que os governos criam para castigar ainda mais o cidadão ao invés de resolver os problemas.

    Você cita as “pinturas de sarjeta”, que são muitas das ciclovias atuais. Eu também concordo que isso é um absurdo. Completo lembrando o que você está cansado de saber: que mesmo onde essas “pinturas de sarjeta” existem, elas não estão devidamente sinalizadas e não são complementadas por equipamentos básicos como estacionamento para as bikes por exemplo.

    Lamento enormemente se, como você disse, eu dei a entender que temos de dar prioridade para os carros. Eu realmente não quis dizer e não acredito nisso. Quero muito que a nossa cidade evolua para ter um transporte público decente para que o cidadão escolha andar de ônibus, metrô ou trem pela qualidade desse serviço e não porque a Prefeitura estabeleceu taxas e leis que o proíbem de circular com seu carro.

    Peço que, se tiver outros comentários, publique, por favor. Meu programa de governo está bem avançado, mas é uma ilusão achar que é possível ter respostas prontas para todos os problemas de uma cidade do tamanho e da complexidade da nossa. Essa discussão sobre as ciclovias está sendo boa para aprofundar um debate que a cidade demorou de fazer.”

    Thumb up 4 Thumb down 3

    • Sergio Melega

      Paulinho, ciclista é um bicho chato, se vc conseguir se eleger e nâo cumprir o que tá dizendo nós vamos puxar o teu pé. Pense bem antes de se dizer pró-bicicletas na cidade mais motorizada do Brasil. Sabe o que seria legal e levantaria a tua campanha? Compre uma bike, vá trabalhar com ela, sinta na pele o que é passar por isso e teremos a certeza que vc realmente está do nosso lado.

      Comentário bem votado! Thumb up 26 Thumb down 0

    • Rodrigo

      Infelizmente já perdeu o voto de muitos ciclistas, inclusive o meu. Aprendizado da vez: pense antes de falar.

      Thumb up 2 Thumb down 0

  • Gustavo

    “Assessor, vem aqui, qual era pra ser o discurso mesmo?” 🙂

    Comentário bem votado! Thumb up 6 Thumb down 0

  • Brenno

    2#”Falar coisas genéricas, que cabem em qualquer contexto para qualquer discussão, é fácil.”

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Felipe Medalla

    hahah.. quem acredita???

    Thumb up 3 Thumb down 0

  • Diego

    Sempre que um político falar em “plano mais amplo”, “grande discussão social” e tudo mais é sinal de que nunca sai. Pois é uma desculpa sempre pronta a ser usada a de que o projeto ainda não é maduro o suficiente. Entretanto, só em uma sociedade inerte uma desculpa destas cola.

    Comentário bem votado! Thumb up 9 Thumb down 0

  • Renie Robim

    só bla bla bla,

    Comentário bem votado! Thumb up 5 Thumb down 0

  • Fábio

    Postei um comentário no blog do candidato, mas não sei se será publicado… Segue o mesmo aqui:

    Uso exclusivamente a bicicleta, o transporte público e a caminhada como meios de transporte, e acho que posso falar com uma certa propriedade sobre o assunto: ciclovias são importantes, sim, mas SEMPRE haverá a necessidade da bicicleta circular no espaço viário atual. E o motivo é simples: ninguém pode impedir ninguém (ciclista, pedestre, motoqueiro ou motorista) a se deslocar até seu destino utilizando vias públicas. Alegar que não pode andar numa via porque não tem ciclovia ou calçada é ir contra o Código Nacional de Trânsito, e contra a própria constituição, cerceando o direito de ir e vir do cidadão.

    Ora, numa cidade como São Paulo, onde as calçadas muitas vezes não tem nem 50cm de largura e muitas são destruídas para abrir espaço para estacionamentos, até mesmo cadeirantes e pedestres tem que ocupar a via para se locomoverem. Já tive que mudar meu trajeto para auxiliar um cadeirante a descer da calçada, ir para a via e depois voltar, pois havia um poste no meio da calçada de 50cm, efetivamente transformando-a em duas vias de 20cm.

    Enquanto não houver calçadas largas para os pedestres e ciclovias decentes (e não meras pinturas na sarjeta, como a da Vila Olímpia), a via não será exclusividade e nem sequer prioridade dos carros. A velocidade permitida tem que ser reduzida, e os motoristas tem que ser educados (seja por campanhas ou fiscalização agressiva) a estar preparados e respeitar qualquer ser vivo na pista – seja pedestre, cadeirante, bicicleta, etc.

    Em resumo: as próprias leis brasileiras dizem que pedestre e ciclista tem prioridade na via sobre os carros… Dar a entender o contrário é agir de forma imoral e contribuir para o “senso comum” que o ciclista é um intruso e deve ser “expulso” da via. É isso que ameaça a vida do ciclista, não a ausência de ciclovia, mas a ausência de informação correta.

    Comentário bem votado! Thumb up 27 Thumb down 0

  • Ops…

    acho que ele entendeu que para entrar na politica não se pode falar o que se pensa…

    Thumb up 3 Thumb down 0

  • Leonardo Chamovitz

    Issae Paulinhô, se planejar a ciclovia em cima de um muro por exemplo (sem planejamento), pode dar morte mesmo.

    Comentário bem votado! Thumb up 6 Thumb down 0

  • Eugenio

    Não convenceu.

    Comentário bem votado! Thumb up 8 Thumb down 0

  • Controle de danos, só isso.

    Comentário bem votado! Thumb up 10 Thumb down 1

  • Aline Cavalcante

    Continuo não sentindo firmeza quanto ao real entendimento dele diante da questão. Falar coisas genéricas, que cabem em qualquer contexto para qualquer discussão, é fácil.

    Comentário bem votado! Thumb up 25 Thumb down 1

Enviar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>