Pequenas ações ajudam a mudar o mundo

Se você não sair da janela, a paisagem não muda. Vem pra cá mudar o mundo! Imagem: Paulo Bueno/Reprodução

Se você não sair da janela, a paisagem não muda. Imagem: Paulo Bueno/Reprodução

Leia também
Documentário mostra ações de cicloativistas para cidades melhores

A relação de ciclistas com a cidade São Paulo, em vídeo

A dificuldade de atravessar as ruas em São Paulo

Conquistando mais ciclistas

O cenário era o mesmo de muitos dias na cidade de São Paulo: chuva, trânsito e caos. Mas naquele 8 de março, duas pessoas – que até então não se conheciam – se sentiram impelidas a agir para diminuir aquela confusão.

Paulo e Celina viram uma ambulância presa em um cruzamento que havia travado e sentiram que precisavam ajudar. Foram até o cruzamento e começaram a organizar o trânsito. Pode parecer pouca coisa mas, por causa dessa pequena atitude, pequenos acidentes podem ter sido evitados, as pessoas puderam chegar menos irritadas em casa e a ambulância chegou mais rápido, o que pode ter sido crucial para salvar uma vida.

Como contam Paulo e Celina no vídeo, “uma ação pequena ajuda na sensação de não estarmos totalmente egoístas, fechados no nosso casulo, e também nos dá a satisfação de contribuir um pouco pra melhoria da nossa cidade”. Sair do individual e pensar no coletivo, ainda que em pequenas ações, faz da cidade um lugar melhor para todos.


8 comentários para Pequenas ações ajudam a mudar o mundo

  • jogo lixo na lixeira nas ruas,mas as outras pessoas jogam lixo nas ruas quero vende sorvete pra ganhar dinheiro para doar para as pessoas que precisam

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Carlos SA

    Pensando um pouco mais sobre as pequenas ações, concluí que também precisamos que as pequenas ações tem que ser mais frequentes e também de aprendermos com os problemas que resolvemos para fazer outro pequena ação mais efetiva, como reclamar, solicitar, … ou seja, interagir com o setor público do problema. Ao mesmmo tempo que se resolve os problemas de uma forma imediata, precisamos que se pense de forma mais definitiva para o problema. Por isto que o nosso problema, na nossa sociedade, o grande problema é a nossa omissão e a nossa falta de participação nos problemas públicos. E, por que, temos que olhar mais para os problemas dos menos afortunados e com menos recursos para resolver os problemas ? Porque são os mais frequentes e mais afetam o dia-a-dia de todos, seja no trânsito, com ônibus, moto, bike, ou carro, ou na calçada, ou até mesmo no comportamento, como evitar dirigir bêbado.
    Tomemos como exemplo de motoristas estacionando em vaga de idoso, qual a sua atitude para resolver o problema deles ? Você é capaz de pensar em alguma pequena boa ação ? A longo prazo, o que dá para fazer ? Além de denunciar para a administração do estacinamento, pode “marcar” o carro, como desarrumando o espelho retrovisor, como forma de pequena punição pelo ato anti-comunitário. É uma forma de educar os mal-educados, de forma instantânea. Estamos fazendo assim pequenos atos.
    Essa é uma evidência de que a nossa omissão e falta de participação em pequenos problemas realmente leva a impunidade, e ao agravamento do problema. Portanto, entenda que pequenos atos tem que estar em qualquer aspecto da sua vida social, e, sempre, de modo que seja parte de sua educação como pessoa, como gente de qualidade moral e ética. Essa é a principal razão do porquê há problemas de corrupção e atos de agressão aos menos afortunados, seja direta ou indiretamente.
    Fazendo gancho com outro tópico: Que tenhamos cuidado !

    Thumb up 3 Thumb down 0

  • Tati Carvalho

    Lindo! Que isso se torne viral :)

    Comentário bem votado! Thumb up 4 Thumb down 0

    • Carlos Shigueru Akamatsu

      Por falar em viral, tinha uma propaganda que falava um pouco disto: http://www.youtube.com/watch?v=x23C1MMQjPU
      com a música Make it better. Na minha opinião, é uma propaganda que deveria se tornar viral, e que representa mais ou menos as pequenas atitudes. Eis aí uma das responsabilidades de profissionais de mídia. A de criar atitudes e melhores intenções.
      Que vai ao encontro da filosofia “Small is beautifull” ( http://en.wikipedia.org/wiki/Small_Is_Beautiful ) do economista britânico E. F. Schumacher. Que devemos resgatar.
      Aliás para ser viral tem que estar numa rede, não necessariamente em meios tecnológicos. Tem uma rede tradicional americana que tem isto:
      “A Prova Quádrupla:
      Do que nós pensamos, dizemos ou fazemos.
      É a VERDADE?
      É JUSTO para todos os interessados?
      Criará BOA VONTADE e MELHORES AMIZADES?
      Será BENÉFICO para todos os interessados?
      ” (http://pt.wikipedia.org/wiki/Prova_Qu%C3%A1drupla)

      E parece que a solução do mundo é por este caminho via redes:
      Don Tapscott fala de como a gente vai resolver os problemas no futuro ou ainda mesmo hoje, via redes independentes.
      ( http://www.thersa.org/events/video/vision-videos/solving-the-worlds-problems-differently ) onde pessoas fazendo pequenas coisas, fazem grandes coisas. Trabalho de formiguinha ? Uma formiga não consegue fazer grande coisa, mas uma rede uma colônia, uma tribo, podem fazer grandes coisas. Ou seja, temos que nos relacionar e fazer as pequenas coisas, em conjunto, em colaboração.

      Ou seja, se ainda acha que não vela a pena, já disse um poeta “Tudo vale a pena quando a alma não é pequena.”

      Thumb up 3 Thumb down 0

  • Carlos Shigueru Akamatsu

    Agora também com um pequena grande ajuda do Greenpeace:
    http://www.greenpeace.com.br/cade/

    Thumb up 3 Thumb down 0

  • Rosana

    Atitudes, texto, imagem e legenda em perfeita harmonia!

    Comentário bem votado! Thumb up 4 Thumb down 0

  • Carlos Shigueru Akamatsu

    É isso aí! Essa é a empatia que precisamos.
    Omitir ou não participar, não colaborar é o maior problema. Não temos a necessidade de “heróis” ou “salvador da pátria”. Aliás não precisamos de “heróis” ou “salvador da pátria” se todos seguissem a lei diz, seguir o bom senso, respeito, denunciar o errado, cuidar do espaço público ( Prestem atenção no tópico sobre “cuidar”). Todos reclamamos da vontade política, mas antes nos falta a vontade cívica, comunitária. Estamos travados pela lógica da perfeição, imediatismo, consumismo. O que precisamos é interação, envolvimento e ação.
    “Sonhos” dizem alguns, mas se praticarmos, experimentamos, e aprendemos, a realidade estará mais próxima dos nossos sonhos.
    Sem medo de participar na interação social.

    Comentário bem votado! Thumb up 10 Thumb down 0

  • Se é uma coisa que me deixa puto dimais é quando uma ambulância tenta passar e os motoristas não dão passagem. Sério, eu chego a tremer de nervoso! É uma das manifestações mais egoístas que um motorista pode fazer! Não adianta motorista tentar justificar o pq não saiu da frente, tem que sair e pronto! Desvia pra calçada, sobe no canteiro, pára torto, fecha o cruzamento contrário, mas não deixe um veículo de emergência esperando. É uma vida que está em risco! Tb faria o que o casal fez, foi uma atitude de cidadão consciente. Parabéns!

    Comentário bem votado! Thumb up 7 Thumb down 0

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>