Ciclistas de Roma pintam ciclofaixa em túnel para chamar atenção da prefeitura sobre segurança

Após anos de reivindicação e nenhuma resposta, ciclistas de Roma resolveram pintar ciclofaixa em túnel da cidade. Foto: Manuel Massimo

Após anos de reivindicação e nenhuma resposta, ciclistas de Roma resolveram pintar ciclofaixa em túnel da cidade. Foto: Manuel Massimo

Cansados de esperar pela ação de autoridades, ciclistas de Roma (Itália) decidiram sinalizar um dos pontos mais perigosos da cidade, o túnel Santa Bibiana, que conecta os bairros de Esquilino e San Lorenzo, próximo à estação de trem Roma Termini, a maior do país.

A falta de ciclovias, sobretudo nos locais mais inseguros, é latente na capital italiana. Há anos ciclistas pedem às autoridades de ambos os bairros uma passagem segura para o túnel. Em apenas 45 minutos e investindo €$ 100, os voluntários pintaram uma ciclofaixa na direita da via, respeitando a calçada existente, e instalaram uma placa no início do túnel indicando a existência de uma via exclusiva para bicicletas.

A blitz “do-it-yourself” (“faça você mesmo”, em tradução livre), como foi batizada a ação, foi explicada pelos ciclistas em uma carta direcionada às autoridades e aos romanos. “Nos movemos sem automóvel em uma cidade feita para os carros. Sabemos que dos graves problemas que esse governo deve enfrentar, o tráfego é um dos maiores – devido aos poucos recursos disponíveis e os conflitos gerados pelas ações para reduzir o espaço para os automóveis. Porém, acreditamos que, apesar de tudo, podem ser feitas muitas coisas para a segurança daqueles que deixam de lado o carro e optam pela bicicleta para se deslocar.”

Em outro trecho da carta, os ciclistas dizem que fizeram a ação “depois de muitos anos de pedidos, reuniões com conselheiros e técnicos, compartilhando com cidadãos.” Dizem, ainda, que desenvolveram um projeto e o ofereceram gratuitamente à administração da cidade.

"Blitz do it yourself" é o nome de batismo da ação promovida pelos ciclistas. Foto: Manuel Massimo

“Blitz do it yourself” é o nome de batismo da ação promovida pelos ciclistas. Foto: Manuel Massimo

Retorno da prefeitura de Roma

A ação foi realizada por cidadãos em 30 de novembro de 2014. De acordo com o repórter Manuel Massimo, do La Repubblica, que acompanhou a mudança, alguns dias depois a prefeitura de Roma apagou a faixa e retirou a placa, alegando que não havia autorização. “Houve a promessa de deixar o túnel mais seguro para ciclistas em um curto espaço de tempo, uma vez que já existe um projeto compartilhado entre a prefeitura e os cidadãos. Já faz quase dois meses e ainda estamos à espera.”

Massimo explica que embora nos últimos anos as organizações de ciclistas da cidade tenham conseguido se reunir com as autoridades, não foi dada nenhuma resposta positiva por parte dos gestores públicos. “Mesmo aqui em Roma, embora tenhamos um prefeito que usa bicicleta, como Ignazio Marino, falta atenção para os ciclistas urbanos. O serviço de compartilhamento de bicicletas está fora do ar há mais de dois anos e ainda não foi reativado.”

Veja também
Em Fortaleza, ação semelhante levou à criação de ciclofaixas permanentes
Veja outros exemplos de intervenções cidadãs em prol da bicicleta
Após diversas ações por travessia segura em pontes em São Paulo,
ciclistas foram recebidos pelo órgão de trânsito (CET) e
prefeitura realiza intervenções para aumentar segurança

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>