Bicicleta branca em Porto Alegre, mas por um motivo positivo

Uma bicicleta branca foi instalada em um cruzamento movimentado de Porto Alegre, mas dessa vez não foi um protesto pela morte de ninguém. Com o cestinho cheio de flores, ela pede por mais amor e menos motor. Instalada de forma anônima, gerou curiosidade até nos cicloativistas. Veja no vídeo.

Nessa segunda-feira, 28 de novembro, uma bicicleta branca foi instalada em um cruzamento movimentado de Porto Alegre. Mas, felizmente, dessa vez não foi um protesto pela morte de ninguém. Com o cestinho cheio de flores, a bicicleta da paz pedia “mais amor, menos motor”.

A bicicleta foi instalada de forma anônima. Simplesmente apareceu por ali, gerando curiosidade até nos próprios cicloativistas locais.

Seria ótimo se as ghost bikes sempre fossem instaladas apenas por esse motivo. Parabéns aos autores da ação. Pelos depoimentos de motoristas, percebe-se que ela teve êxito.

Veja na reportagem em vídeo do Zero Hora:

Dica da Aline Cavalcante

2 comentários em “Bicicleta branca em Porto Alegre, mas por um motivo positivo

  1. Esse local é bem estratégico: na frente da EPTC (empresa pública de transporte e circulação) e muito próximo à Zero Hora (jornal local). E bem perto estão as obras da Ciclovia da Ipiranga, que iniciaram em setembro. Não sei quem fez, mas parabéns a essa pessoa 😀

    Comentário bem votado! Thumb up 6 Thumb down 0

  2. Achei lindo. Me deu alívio (por não ter precisado morrer ninguém para a instalação da bici branca)e esperança. Nesses dias em que o Correio do Povo, de POA, distorceu sua matéria sobre a Massa Crítica e disse que ela “tranca” o trânsito, ver que a Zero Hora mostra uma iniciativa de maneira tão singela e falando dos cicloativistas com naturalidade mostra que a imprensa está amadurecendo seu olhar também em Porto Alegre. Bonito de ver. 🙂

    Comentário bem votado! Thumb up 9 Thumb down 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *