Estrutura de lazer voltará a operar nos mesmos trajetos e horário anteriores. Foto: Ivson Miranda

Ciclofaixa de Lazer de SP deve retornar em 19 de julho

Estrutura de lazer voltará a operar nos mesmos trajetos e horário anteriores

Estrutura de lazer voltará a operar nos mesmos trajetos e horário anteriores. Foto: Ivson Miranda

A Ciclofaixa de Lazer de São Paulo finalmente tem data pra voltar: 19 de julho de 2020. O retorno da operação foi anunciado pela Prefeitura de São Paulo nesta quarta-feira, 10 de junho, e será feita pela Uber.

A estrutura dominical, que segrega uma faixa de rolamento para o uso de ciclistas em 117 km de vias da cidade, foi montada pela última vez em agosto de 2019, quando o antigo patrocinador desistiu da operação. Depois de meses de indefinição, o termo de cooperação com a Uber foi firmado em 1° de abril deste ano, mas desde então nenhuma nova informação havia sido divulgada.

O retorno da Ciclofaixa de Lazer era muito esperado e é muito bom ver que finalmente esse processo andou, a ponto de termos uma data de reinício da operação. Se considerarmos que é uma estrutura que recebia 100 mil pessoas a cada domingo, demorou demais pra esse retorno acontecer: cerca de 10 meses (se não houver novo adiamento).

Só esperamos que até a reabertura a curva de contágio já esteja reduzida, não ascendente como agora. Apesar da importância do lazer e da atividade física, bem como a relevância da Ciclofaixa de Lazer pra cidade, sabemos como alguns pontos dos trajetos ficam cheios, sobretudo próximo aos cruzamentos. E também sabemos que o vírus pode permanecer no ar durante algum tempo e se espalhar entre pessoas circulando próximas, sobretudo se não houver uso de máscara.

Portanto a nossa recomendação, até o momento, continua a mesma: se precisar sair, prefira a bicicleta e use máscara. Mas se o deslocamento não for essencial, fique em casa.

Mobilidade

Ciclofaixa alargada em Berlim durante a pandemia de Coronavírus. Foto: BA-FK

“A bicicleta é o modal mais seguro para evitar a disseminação da Covid-19”, afirma Édson Caram, secretário municipal de Mobilidade e Transportes. “A Organização Mundial da Saúde recomenda que, sempre que possível, nos deslocamentos mais curtos, a população deve privilegiar caminhadas e deslocamento por bicicleta”, completa. E a nota da Prefeitura afirma que esse retorno da Ciclofaixa de Lazer “se somará aos esforços para oferecer condições seguras tanto de mobilidade quanto de lazer nesse momento de abertura gradual das atividades da cidade”.

O secretário tem toda razão quanto à importância da bike para o necessário distanciamento social durante a pandemia. Mas não podemos confundir: a Ciclofaixa de Lazer é uma estrutura de lazer, atendendo também deslocamentos mas apenas aos domingos, das 7h às 16h. Para estimular e tornar mais seguro o deslocamento diário, são necessárias outras medidas.

Para melhorar a mobilidade, a prefeitura está fazendo novas ciclovias, mas num ritmo muito menor que o anunciado para esse ano. A administração Bruno Covas deveria apostar também em estruturas temporárias, como vem sendo feito em outros países. Londres, Filadélfia, Minneapolis, Vancouver, Lima, Bogotá e Cidade do México são alguns exemplos de cidades que têm seguido nessa linha. Na Alemanha, por exemplo, isso está sendo feito em centenas de cidades. E na capital, Berlim, ciclofaixas estão sendo alargadas para aumentar a distância entre os ciclistas.

Com estruturas temporárias em grandes avenidas, que atraiam a atenção da população e transmitam segurança, seria possível incentivar quem ainda nunca usou a bicicleta para se deslocar a iniciar nesse uso. E ao substituir o transporte público por essa outra forma de transporte, reduz-se muito a chance de contrair o vírus, dados a aglomeração e o ambiente fechado do transporte coletivo.

1 comentário em “Ciclofaixa de Lazer de SP deve retornar em 19 de julho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *