Atendimento a emergências usando bicicletas

Apoie nosso trabalho,
doe um libre!

Ciclistas de Atendimento a Urgências do SAMU-DF, junto ao paraciclo onde são estacionadas as bikes. Repare nos alforges e bolsas de guidão, onde carregam seu equipamento. Foto: Divulgação, via Pedaladas Capitais

O serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) do Distrito Federal agora conta com Ciclistas de Atendimento a Urgências, realizando o trabalho de Ciclo Socorro.

Segundo o SAMU-DF, o projeto “Bikelância” é uma ação inovadora e de baixo custo, que se destaca pela praticidade e funcionalidade na prevenção e solução de problemas de saúde em espaços urbanos delimitados, como parques e praças públicas.

As bicicletas permitem que os ciclistas socorristas cheguem de forma rápida e eficiente e serão usadas em áreas com maior concentração de pessoas e difícil acesso a ambulâncias. O serviço será implantado em caráter experimental no Parque da Cidade Sarah Kubitschek, um dos maiores e o mais conhecidos de Brasília.

E como a bicicleta aproxima as pessoas, os socorristas passam a ter maior contato com a população do que se ficassem em uma ambulância tradicional, conquistando a confiança e a admiração dos cidadãos.

Outros exemplos

Em alguns lugares do mundo, socorristas e bombeiros em bicicleta se antecipam às viaturas motorizadas em atendimentos de emergência também nas ruas. A agilidade da bicicleta em meio aos congestionamentos pode fazer a diferença entre a vida e a morte numa situação de emergência.

Soube alguns anos atrás de bombeiros de Blumenau que trabalhavam em bicicletas, mas não consegui encontrar mais informações e não sei se ainda operam dessa forma. No exterior, podemos citar os exemplos das cidades de Londres, Baltimore, Cambridge, Montreal, PortlandLos Angeles, entre muitas outras.  A página da cidade de Troy (Ohio, EUA), detalha até os equipamentos que os paramédicos carregam.

Sistema é bastante vantajoso

Foto: NHS London/Divulgação

As autoridades brasileiras deveriam dar mais atenção (e orçamento) a essa alternativa. Segundo o site do SAMU-DF, o serviço foi implementado com apoio “da iniciativa privada e de organizações sociais, que deverão disponibilizar os meios necessários para estruturação de uma base operacional, equipamentos, materiais e vestuário e formação da equipe”. Mesmo o investimento sendo muito pequeno em relação à implantação de um serviço com ambulâncias tradicionais, parece que continua sendo difícil justificar investimento em bicicletas onde só automóveis são levados a sério.

O serviço de ambulâncias de Los Angeles informa que, em dez anos, o projeto de atendimento em bicicletas trouxe os seguintes resultados em números:

  • Cerca de 650 mil quilômetros percorridos (suficiente para 16 voltas ao mundo)
  • 20 mil viagens de ambulância a menos
  • 150 mil Libras economizadas em combustível
  • Mais de 400 toneladas de CO2 deixaram de ser emitidas
  • Mais de 50 mil pacientes atendidos
  • Economia de 1,3 milhão de Libras por ano usando o atendimendo em bicicletas

Abaixo, o depoimento de um socorrista da Escócia (em inglês):

Via Pedaladas Capitais, dica da leitora Rosana

Gostou da matéria? Doe um libre
e ajude nosso projeto a continuar!

5 comentários para Atendimento a emergências usando bicicletas

  • Juliana

    Willian!!!!

    Adoreeei! Caramba! Que legal!!!! Ótima notícia!

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Gustavo

    A PM de Minas Gerais possui a ciclopatrulha, mas infelizmente no interior ela não é bem aceita pelos comandantes, apesar de ter os resultados comprovados por números. Em uma pesquisa que realizei eles alegam que os resultados da ciclopatrulha são mínimos perante a eficiência de uma viatura (apesar de discordar totalmente) ou que o efetivo é pouco. Mas lembrando que essa de efetivo não cola, pois não estão tirando os policiais e sim realçando – os.
    Porém a comandantes sensatos que priorizam o ciclopatrulhamento e os veem como o policiamento do futuro, limpo e mais próximo da sociedade. Penso, que esses comandantes devem realmente ser parabenizados pela sociedade, pois além das qualidades do ciclopatrulhamento aqui elencadas poderíamos citar muito mais.
    Na verdade acho que na PM existem comandantes que ainda tem um certo preconceito pelos ciclistas ou realmente lhes faltam humildade para estudar os números.
    Abs.

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • Marcos Soares

    Em Uberlândia – MG, o corpo de bombeiros implantou este sistema.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Juliana

    Adorei a novidade!!! Já tinha visto segurança de bicicleta, emergência ainda não! 😉

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Rosana

    Um socorro imediato e profissional pode ser a diferença entre a vida e a morte, em casos de infarto, avc, quedas,etc. Aqui no DF já houve policiamento de bicicleta nas superquadras (nossos “quarteirões”), discreto e eficiente. Como já disse, o movimento é lento, mas irreversível!

    Thumb up 2 Thumb down 0

Enviar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>