Ciclismo Paralímpico

Imagem: London 2012/Reprodução

A princípio, o Ciclismo Paralímpico se divide em apenas duas modalidades, estrada e pista. Mas um olhar mais atento mostra toda a diversidade que existe nesse esporte: além das bicicletas convencionais, há tandems, handbikes e até triciclos.

Os Jogos Paralímpicos trazem atletas de elite, com performances invejáveis, em competições bastante disputadas. Neste canal do Youtube é possível ver vídeos de vários esportes, incluindo o ciclismo.

O vídeo abaixo mostra um pouco do ciclismo paralímpico:



Imagens: Divulgação

Classificações

Os atletas são diferentes entre si, por haver vários níveis de deficiência. Pensando nisso, há diferentes “classes” para cada esporte, de forma a manter os jogos bastante competitivos. No Ciclismo, essas classes também definem o tipo de ciclo em que o atleta compete: bicicleta, triciclo, handcycle (ou handbike, a bicicleta que se pedala com as mãos)  e tandem (bicicleta para duas pessoas).

Há quatro classes de competição:

B – atletas com deficiência visual que competem em uma tandem com um piloto vidente na frente;

H1 a H4 – apenas para provas de estrada, essa classe contempla atletas com deficiência que afete suas pernas, competem usando uma handbike (saiba mais sobre handbikes aqui);

T1 a T2 – também existente apenas nas provas de estrada, contempla atletas com deficiência que afete o equilíbrio, que competem usando um triciclo;

C1 a C5 – atletas com com deficiência que afete pernas, braços e/ou tronco, mas que competem com uma bicicleta convencional (geralmente com adaptações).

Nas classes H, T e C, quanto menor o número da classe, maior o impacto da deficiência na sua habilidade em pedalar. Assim, um ciclista C1 terá uma deficiência com mais impacto na sua habilidade em pedalar que um ciclista C5. Isso equilibra as disputas, tornando-as ainda melhores.

Imagem: Reprodução

Ciclismo de estrada

O ciclismo de estrada foi introduzido como esporte Paralímpico em 1984, mas o uso de handbikes iniciou apenas em 2004, em Atenas.

Os atletas usam capacetes com diferentes cores, que representam sua categoria. Na corrida de estrada, todos os competidores largam juntos e o primeiro a cruzar a linha de chegada conquista o ouro. No contrarrelógio, os competidores saem a intervalos de 60 segundos e o ganhador é o ciclista com menor tempo no circuito.

As competições de ciclismo de estrada são extremamente estratégicas. Além da imensa força e resistência necessários, os ciclistas vencedores são aqueles que sabem dosar seu ritmo e posicionamento de forma perfeita ao longo da prova.

Calendário do ciclismo de estrada nos Jogos Paralímpicos de Londres 2012

Abaixo, um vídeo do campeonato mundial da UCI de paraciclismo de estrada.

Ciclismo de Pista

As primeiras competições em pista nos Jogos Paralímpicos ocorreram em Atlanta, em 1996. São utilizadas apenas bicicletas tradicionais e tandems.

O formato difere para cada evento: Perseguição (Pursuit), Sprint (individual e por equipes) e Contrarrelógio.

Calendário do ciclismo de pista nos Jogos Paralímpicos de Londres 2012

Imagem: Reprodução

Sprint

O Sprint é uma competição com dois ciclistas por vez, em três voltas no velódromo de 250m. Os dois iniciam lado a lado e geralmente bem devagar, antes do sprint final. É uma disputa extremamente estratégica: os competidores tentam evitar ficar na dianteira durante toda a prova, pois quem está atrás se cansa menos aproveitando o vácuo e se preparando para dar tudo de si mais adiante. Por isso, a prova inicia em ritmo lento, com os competidores se estudando e usando toda a largura a pista.

O Sprint por equipes começa com uma rodada de qualificação,  com os dois melhores times avançando para a final e os times com terceiro e quarto melhores tempos indo para a semifinal. O Sprint por equipes misto (classes C1 a C5), com homens e mulheres, é disputado por times de três atletas.

Contrarrelógio

No Contrarrelógio, a distância é de 1km para os homens e 500m para as mulheres. Os atletas percorrem a pista sozinhos, um a um, e aquele que fizer o menor tempo conquista o ouro.

Perseguição

Na Perseguição, dois oponentes iniciam cada um em um lado do velódromo. O vencedor é o que conseguir alcançar o outro competidor, ou registrar o menor tempo total. A prova masculina tem 4km. A feminina, 3km.

Há uma rodada de qualificação, ao final da qual os dois atletas com os melhores tempos competirão pelo ouro e os ciclistas com terceiro e quarto melhores tempos disputarão o bronze.

Veja no vídeo abaixo a fantástica Sahrah Storey quebrando o recorde mundial de Perseguição, em 30 de agosto de 2012, em Londres. Ela ultrapassa a oponente americana, colocando uma volta acima dela e vencendo com uma diferença de 28 segundos (gigantesca, para uma prova que durou 4 minutos).


9 comentários para Ciclismo Paralímpico

  • Francisco sirqueira da silva

    Sou defiente fisico vitima de acidente, uso uma protese ando de byke ja ha oito anos como fazer para competir em provas

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • GENIVAL

    prezadso bom dia

    gostaria de saber como devo proceder para participar dessas competiçoes nessa modalidade

    agradeço desde já

    Thumb up 0 Thumb down 1

    • Valdir Gonçalves

      Olá Genival, tudo bem?

      Bom, vamos por partes. As competições são basicamente iguais as competições de pessoas sem deficiência. Há categorias, dependendo do tipo de deficiência e comprometimento. Isso ajuda a deixar em condições de igualdade os competidores.

      Sendo assim, para cada tipo de deficiência, física (e suas variações) e visuais, há um equipamento específico.

      As federações estaduais podem dar mais informações e também, aqui em São Paulo, o calendário de competições oficiais ocorre em paralelo, nas mesmas competições, provas distintas. Há também o nacional, organizado pela CBC (http://www.cbc.esp.br/default/index.php). Vá na sessão PARACICLISMO, tem regulamento, calendário e outras informações, inclusive sobre provas internacionais.

      Já os valores, para competição, há equipamentos que começam a R$ 2.000,00, feitas em aço e não oferecem muitas condições, mas para experimentar a nova condição e treino, acho muito bom. As de melhores materiais variam entre R$18 e R$30 mil, importadas.

      É isso ai, caso possa ajudar em algo mais, só dar um toque.

      Abração e bom final de semana.

      Thumb up 3 Thumb down 0

  • GENIVAL

    Prezados bom dia

    como devo proceder para participar de competições dessa modalidade?

    agradeço desde já

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Amadeu B Centola

    Prezados

    Tive um acidente de moto que perdi parte do movimento da perna direita, como era atleta de ciclismo(Já corri pela Pindamonhagaba- Carlinhos).
    Para não ficar parad comprei uma handbike para começar e logo logo competir.
    Sou do Rio de Janeiro – Capital

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Parabéns pela matéria, e obrigado por prestar esse importante serviço público que é dar visibilidade à questão da deficiência aqui no Brasil. É absurda a diferença de peso dada pela cobertura da grande mídia entre as Olimpíadas e as Paralímpiadas.

    Como se dá com a questão das minorias em geral – negros, índios, mulheres, GLBTT e pessoas com deficiência -, é a visibilidade de seus dramas e dos preconceitos dos quais são alvo que contribui para a construção de uma sociedade mais solidária, livre e democrática.

    Lembrando que a deficiência é algo que vai muito além da esfera do indivíduo que tem uma deficiência. Na verdade, deficiência é um fato social, muito mais que individual, na medida em que ela surge quando temos uma sociedade que não é inclusiva e não preza pela acessibilidade. Se a sociedade é solidária e valoriza a diversidade, a segregação e a deficiência são desaparecem, como bem mostrou essa matéria.

    Thumb up 1 Thumb down 0

    • Daniel

      Bom dia, Márcio!

      Sou praticante de ciclismo e minha namorada não possui uma das mãos, gostaria de saber onde consigo informações sobre bicicletas adaptadas para ela? Já que você foi um dos organizadores de um evento para este público, penso que você seja a pessoa indicada para isso.

      Obrigado,

      Daniel

      Thumb up 0 Thumb down 0

  • Alex Arseno

    Olá Vá de Bike, parabéns pelo blog de vcs. Muita coisa interessante. Gostaria de pedir um favor a vcs, em divulgarem a atleta de Pista Camila coelho, se desse pra postar pra galera curtir uma foto dela. Seria esta foto https://www.facebook.com/photo.php?fbid=347137862034010&set=a.107156342698831.15700.100002133988475&type=1&theater E também se der pra linkar a página pra se alguém tiver interesse em seguir é esta.https://www.facebook.com/pages/Camila-Coelho/350989678319781?notif_t=page_new_likes

    Muito obrigado pela atençao.

    Alex Arseno

    Thumb up 1 Thumb down 0

Enviar resposta

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>