Frente à reação popular, Governo de SP adia fechamento da Ciclovia Rio Pinheiros

Concepção artística de como ficará o Monotrilho ao lado da Ciclovia Rio Pinheiros. Imagem: Consórcio Monotrilho/Divulgação

Concepção artística de como ficará o Monotrilho ao lado da Ciclovia Rio Pinheiros. Imagem: Consórcio Monotrilho/Divulgação

A Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos nos informou, na noite desta quarta-feira, que a interdição da ciclovia Rio Pinheiros, prevista inicialmente para a próxima segunda, 7 de outubro, está suspensa.

O comunicado ainda convida o Vá de Bike a participar de uma reunião na manhã desta sexta-feira, 4 de outubro, realizada conjuntamente por Metrô e CPTM, onde “serão apresentados os principais aspectos do projeto e debatidas as alternativas possíveis que atendam às necessidades dos ciclistas e a continuidade das obras”.

Segundo o site Bike é Legal, o Secretário de Transportes, Jurandyr Fernandes, lamentou a posição adotada nas redes sociais, em que a ciclovia foi qualificada como sendo apenas para passeios, não para transporte ou uso esportivo. Leia aqui sobre essa declaração.

Protesto teve formato alterado

O protesto marcado para o final de semana, que pretendia fazer uma vigília na Ciclovia na madrugada, foi alterado para uma grande pedalada no domingo à tarde. Saiba mais sobre a mudança. Milhares de pessoas já confirmaram participação, compareça você também!

Continuaremos mantendo os leitores informados sobre a situação. Acompanhe pelo site, pelo Twitter e pela nossa página no Facebook.

Fique por dentro
Após adiamento da interdição da Ciclovia Rio Pinheiros, ciclistas alteram formato do protesto

Tentando justificar fechamento, CPTM alega que Ciclovia Rio Pinheiros é só para lazer

Ciclovia Rio Pinheiros ficará interditada por DOIS ANOS, sem alternativa aos ciclistas

Em junho, ciclovia reabriu após pressão popular

Ciclovia Rio Pinheiros, uma ciclovia de lazer

Mapa com acessos e horários da Ciclovia


11 comentários para Frente à reação popular, Governo de SP adia fechamento da Ciclovia Rio Pinheiros

  • Poxa já é dificil ter um ciclovia com tal estrutura no Brasil, e dai dizem que esta ficaria fechada por 2 anos por causa das obras do monotrilho? Muita sacanagem! Curiosidade: quando as obras chegarem em alguma avenida importante e com fluxo de carros intenso, ela tb será interditada por todo esse tempo? Há, duvido muito…

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Valdemir

    Ainda não fui pedalar nesta Ciclovia, por relaxo meu mesmo, mas pretendo ir conhece-la em breve, assim que o tempo melhorar aqui em SP só chove ultimamente! KKK

    Mas de qualquer maneira sou solidário a todos os ciclistas que a usam seja para o que for, lazer ou trabalho. Afinal temos tão poucas ciclovias na cidade mais importante da América Latina, que seja a ser um insulto este nosso atraso, as vezes quando vejo outros paises bem menores que o nosso e as vezes economicamente até menos favorecido, ter um povo alheio a mobilidade urbana, preocupado com a poluição e com kilometros de ciclovias, sinseramente me sinto um NEANDERTAL ! KKKKKK

    Eu sei bem o que é ser imposto a fazer uma coisa, a pouco tempo aqui na Ciclovia da Radial Leste,o SR. METRÔ está fazendo uma obra nos muros das estações que parece não acabar nunca, simplesmente no trecho da Vila Carrão do nada brotou um MURO DE BLOCOS DE CIMENTO bem no meio da pista????? É inacreditável mesmo!!! Claro que os Ciclistas derrubaram o muro, aliás o Willian até colocou uma exelente matéria aqui no site sobre o ocorrido.
    Acho engraçado que fazer um muro estupido dá, agora….Fazer acessos em todas as estações, colocar bicicletários decentes,colocar policiamento em todo o trecho, recapear a pista, pintar, sinalizar, iluminar e manter limpa a ciclovia NÃO DÁ NUNCA NÉ???!!!!

    Mas o que isto representa, é que não estão mesmo nem ai para a gente e pior para os unicos espaços que temos e que nos protege decentemente do transito,É um absurdo assim como foi o tal muro da Radial, esta interdição do tal monotrilho prejudicando pessoas que usam a ciclovia para se locomover, não é possivel que não haja um meio termo, que não de para fazer um desvio uma passarela, sei lá alguma coisa, mas não simplesmente anunciar que vc ficará 2 ( DOIS ) ( TWO ) Anos sem usar um trecho da ciclovia, pô pera lá né !!!!! Será que não dá para pelo menos tentar outra alternativa.

    Pois é nobres amigos ciclistas enquanto os orgãos desta cidade continuarem tratando a bicicleta, o ciclista e a mobilidade urbana com este descaso estaremos mesmo na era da pedra, Neandertal mesmo!

    Reclamem mesmo, exijam e lutem !!!!

    Abraços e bom pedal a todos!

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • zeca

    Quando interditarem, será que os carros de “manutenção” da emae e/ou da cptm serão impedidos de circular por ela??? Duvido muito! pra isto encontrarão espaço!

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • Jeronimo Cezar

    Boa Noite. Gente não importa se é só para lazer ou para trabalho o importante que a ciclovia é uma conquista NOSSA, acho que não devemos deixar qualquer burocrata idiotazinho meter a mão no que nos pertence, a troco de uma suposta melhoria que no minimo vai lhe render bons lucros. As opcões existem é só ter boa vontade.Ou será que devemos perguntar quanto vai custar para deixar nossa ciclovia em paz. GENTE QUEM NÃO CUIDA DO QUE TEM NÃO MERECE TER.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • Daniel Galdino

    Gostaria de participar da manifestação mas infelizmente sou impedido de utilizar Ciclovia da Marginal em virtude da minha bicicleta ser elétrica pedal assistido sendo que utilizo como meio de transporte para o trabalho moro perto da USP e trabalho na Vila Olímpia.

    Inclusive tenho um manifesto aberto junto a Ouvidoria Secretaria dos Transportes Metropolitanos sob nº 537024 em 11/09/2013. O porque não posso utilizar a via sendo que o limite de velocidade é 30km/h e a bicicleta se tiver com o motor ligado não ultrapassa 25km/h, mas meu questionamento maior é se uma bicicleta elétrica não pode circular na via, porque os veículos da própria CPTM e EMAE podem exceder essa velocidade além de já ter visto carros particulares circulando por lá principalmente após as 18h30.

    Thumb up 1 Thumb down 0

    • zeca

      sério q bicicleta elétrica não pode??? é sacanagem demais! e te falar, outro dia pedalando por lá me deparei com um deliquente juvenil “pilotando” uma bike com motor a combustão! será q é amigo dos guardinhas?

      Thumb up 1 Thumb down 0

  • Latiak

    Aliás, em se falando na ciclovia, já temos previsão de quando será a pedalada através da Rota Márcia Prado deste ano?

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Luiz Mellucci

    Olá Willian, por favor, considere levar os seguintes pontos à reunião:

    1. Este ponto já foi evidenciado pelas reportagens recentes, mas vale enfatizar. Embora muitas pessoas utilizem a ciclovia para treino ou lazer, muitas utilizam para ir e voltar do trabalho. Estas seriam as principais afetadas. Observo que muitos ciclistas-trabalhadores são de poder aquisitivo baixo e, presumo, além de outros motivos, usam a bicicleta para economizar o dinheiro da passagem. Estes seriam ainda mais afetados.

    2. Esta ciclovia é uma ótima opção porque é segura e rápida. A alternativa oferecida deve, na medida do possível, manter estas características, sob o risco de cair no desuso.

    3. Além das sugestões já levantadas, sugiro mais uma: Na vila olímpia, a ciclovia seria desviada para o outro lado da marginal, pela usina de traição. O percurso iria até a ponte João Dias, onde seria construída uma escada ou rampa para os ciclistas subirem até a ponte. A ponte seria atravessada na parte de pedestres ou em uma das faixas de automóveis. Após a travessia de volta, haveria então uma nova escada ou rampa para acessar a ciclovia. Acredito que esta opção alie vantagens de custo, segurança, rapidez e poucas alterações no trânsito de automóveis.

    4. No meu caso, na volta, entro na ciclovia próximo das 18h30, no acesso Santo Amaro e saio no acesso Cid. Universitária. Pegando a alternativa, eu chegaria ao acesso Vila Olímpia depois das 18h30 e não conseguiria entrar para terminar o percurso. Acredito que muitos sofreriam do mesmo problema. Por isso, o limite de horário para o acesso também deve ser repensado.

    Comentário bem votado! Thumb up 5 Thumb down 0

  • A manifestação irá ocorrer independente da decisão de suspender a interdição da ciclovia.

    Só temos ciclovias que foram feitas pensando em lazer, pois tudo o que é construído para bicicleta nesse país é feito dessa forma: “onde dá” e para “lazer”.

    Esquecem que boa parte dos ciclistas utilizam as ciclovias para transporte, para ganhar o seu dia! Ciclovia não é somente para se divertir, é meio de locomoção!

    Não à interdição da Ciclovia Rio Pinheiros!

    Comentário bem votado! Thumb up 8 Thumb down 0

  • Vinicius Rodrigues

    Infelizmente acho que o protesto perde força com essa declaração.
    Tomara que não e a galera compareça em peso.

    CPTM não sabe o que diz.

    Thumb up 1 Thumb down 1

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>