Paris fechará suas ruas para os carros por um dia, abrindo-as para ciclistas e pedestres

Capital francesa fará do fechamento um grande evento. Foto: Shutterstock

Capital francesa fará do fechamento um grande evento. Foto: Shutterstock

Que tal um dia inteiro sem o caótico trânsito em São Paulo? Seria ótimo, mas ainda não vai ser dessa vez. Porém, outra grande metrópole está planejando um dia livre para ciclistas e pedestres: Paris.

No próximo dia 27 de setembro a cidade luz vai fechar suas principais avenidas para veículos motorizados durante um dia inteiro. A ação é inédita e preza pela mobilidade sustentável. Segundo a organização do evento, o primeiro dia sem carros será uma grande festa cívica, onde estão previstos shows, exposições e uma série de outras atividades de entretenimento.

As áreas sem tráfego incluem 11 bairros (do 1º ao 11º arrondissement, divisões administrativas da cidade), e os mais conhecidos pontos turísticos, como a avenida Champs-Élysées, a Praça da República e de Stalingrado, a Praça da Bastilha e toda a área ao redor da Torre Eiffel e do Bosque de Boulogne, entre outros.

Como alternativa para combater os altos níveis de poluição, a prefeitura da cidade francesa chegou a liberar transporte público gratuito para a população. Este ano, só no mês de março (que marca o fim do inverno e começo da primavera no país), a cidade precisou implementar mais de três rodízios contra a poluição.

Outras cidades

Na Bélgica, a prefeitura de Bruxelas realizará o seu dia sem carro em 20 de setembro, um domingo. A ideia é incentivar o uso de meios alternativos de transporte e apenas táxis, veículos de transporte público, ambulâncias e policiais serão autorizados a andar de carro pela capital belga das 9h30 às 19h.

Recentemente a prefeitura da cidade baniu os automóveis do centro em uma área de 500 mil metros quadrados. A decisão de reduzir o tráfego de carros particulares no centro segue a de outras capitais, como Madri e Berlim.

Em alguns momentos do dia, bicicletas chegaram a ocupar todas as faixas da Avenida. Foto: Gulherme Venaglia

Em alguns momentos do dia, bicicletas chegaram a ocupar todas as faixas da Avenida. Foto: Gulherme Venaglia

Enquanto isso em São Paulo…

Por aqui, a prefeitura de São Paulo ainda negocia com o Ministério Público a abertura da avenida Paulista para os pedestres e ciclistas. A ação já aconteceu duas vezes e divide opiniões.

Segundo uma pesquisa realizada pela Rede Nossa São Paulo e a SampaPé, 46% dos comerciantes entrevistados apontaram impacto positivo nas vendas durante os dias de abertura da avenida. Bares, restaurantes e lanchonetes afirmaram ter maior movimento com a via fechada para os automóveis.

A prefeitura de São Paulo realizará uma Audiência Pública no vão do MASP no dia 19, a respeito da abertura aos domingos. Tudo indica que essa abertura deva ocorrer definitivamente a partir de outubro. Outras vias devem ser abertas às pessoas também em bairros distantes do centro.


1 comentário para Paris fechará suas ruas para os carros por um dia, abrindo-as para ciclistas e pedestres

  • Ricardo

    Tem que fechar aos veículos motorizados mas sem virar área de lazer ou extensão das calçadas. Não adianta nada tirar os carros e ter as pessoas caminhando de forma desordenada pelas ruas, fazendo rodas de conversas e etc. A via tem que continuar no seu papel de via.

    Thumb up 1 Thumb down 1

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>