Vídeos mostram o que acontece numa Pedalada Pelada

Galerias de fotos
São Paulo, 2015 Foto: Willian Cruz
Rio de Janeiro, 2015
São Paulo, 2014
Florianópolis, 2014
São Paulo, 2013
São Paulo, 2012

Já ouviu falar na Pedalada Pelada, a manifestação em que grupos de muitos ciclistas pedalam nus e seminus nas ruas de grandes cidades? Já teve curiosidade de saber como é uma dessas pedaladas e o que pensam seus participantes? Então assista os vídeos que separamos no final desta página. Para completar, no box ao lado há links para várias galerias de fotos.

No primeiro sábado de março, dia 5, várias cidades do hemisfério sul realizarão a edição 2016 da World Naked Bike Ride (WNBR), conhecida no Brasil como Pedalada Pelada. Para saber quais as cidades participantes, clique aqui.

O que é a Pedalada Pelada

O objetivo da manifestação é chamar atenção para a situação de fragilidade e quase invisibilidade do ciclista no país, tanto por parte dos motoristas como pelo poder público.

Várias razões levam as pessoas a participarem da Pedalada Pelada, seja aqui ou lá fora: reivindicar melhores condições para o uso das bicicletas nas cidades, denunciar o descaso e a omissão do poder público, promover a visibilidade dos ciclistas, celebrar o corpo e a bicicleta, estimular reflexões sobre a cultura do automóvel, alertar sobre os perigos do aquecimento global e outras mais.

Nus ou seminus, os manifestantes costumam pintar os corpos com frases de efeito, passando cada qual sua mensagem.

E por que sem roupa?

A nudez representa a fragilidade do ciclista em meio à agressividade do trânsito. Também é uma forma de chamar atenção para a invisibilidade dos ciclistas nas ruas, que só passam a ser notados por muitos motoristas, parte da imprensa e especialmente pelo poder público ao pedalar sem roupa.

Tirar a roupa para protestar não é novidade e nem faz parte só do universo das bicicletas. Veja neste link alguns protestos feitos pelo Brasil e pelo mundo usando o corpo como arma política e forma de expressão.

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>