O que levar para a Rota Márcia Prado

Arte: Daniel Ingo Haase

Arte: Daniel Ingo Haase

Sair cedo de casa, ainda com sono, aliado à pressa de começar logo a viagem pode te fazer esquecer alguma coisa importante. E se você nunca fez uma cicloviagem, também pode acabar deixando algo de fora.

Pensando nisso, o Vá de Bike preparou um checklist com tudo que você precisa levar – e mais alguns itens recomendáveis.

Dica: Se você marcar uma opção, quando voltar a essa página ela continuará marcada.

 

Essencial

Água – recomenda-se levar dois litros. Congele parte dela, ou encha de gelo o recipiente para depois completar com água.

Comida - frutas secas, barras de cereais ou mesmo um lanche. É importante levar algo salgado, não leve apenas doces.

Bomba, ferramentas, câmara de ar reserva, kit de remendo – leve mesmo que não saiba usar (você pode pedir ajuda a alguém).

Protetor solar.

Sacolas ou sacos plásticos – para suas coisas não molharem dentro da mochila caso chova, mas também para colocar (e carregar) seu lixo e não sujar a estrada e a mata.

Dinheiro – para a passagem de volta (vai que o cartão não passa) e para comer alguma coisa pelo caminho e também lá em Santos.

Documentos, carteirinha do plano de saúde, informações sobre tipo sanguíneo e telefones para ligar em caso de emergência.

Ter revisado os freios da bike – se as sapatas não forem novas, leve dois jogos de reserva, mesmo que não saiba trocar (pode pedir ajuda a alguém). As sapatas mais baratas (que costumam vir nas bicicletas) tem a borracha mais mole e “dissolvem” na chuva, principalmente em estrada de terra, devido à abrasão. Se o freio estiver mal regulado (pegando no aro), gasta mais rápido ainda.

Pneu calibrado corretamente – recomendo 3/4 do limite do pneu, que geralmente vem escrito na lateral. Se você tiver um pouco mais de peso, aumente a calibragem, mas nunca passe do limite.

Capacete – apesar de não ser obrigatório, é requisito para entrar na área do parque.

Lanternas dianteira e traseira – para a volta, ou caso ocorra algum contratempo e você chegue na praia ao anoitecer.

Aranha (corda elástica, comumgancho em cada ponta) – para prender a bicicleta no bagageiro do ônibus. Compre em loja de acessórios para motos.

 

ROTA MÁRCIA PRADO
Use nossa lista do que levar e não esqueça nada em casa!
Dúvidas? Veja as respostas para as perguntas mais frequentes
Mapa da Rota Márcia Prado no Google Maps
(com pontos de água, alimentação e de relatos de assaltos)
Leia também
Saiba quem foi Márcia Prado
Em 2012, houve mais de 9 mil participantes
Galeria de fotos comentada da edição 2012
As balsas da Rota Márcia Prado
Solidariedade e superação na Rota Márcia Prado
Veja como foi a descida em 2011
Galeria de fotos do evento de 2011

Opcional

Câmera fotográfica.

Capa de chuva – pode ser daquelas baratinhas que você compra em banca de jornal, ou improvise um poncho.

Desodorante, toalha pequena (pode ser de rosto, para economizar espaço), muda de roupa.

Gel de carboidrato, isotônico.

Óculos – para não entrar poeira nos olhos.

Luvas – para não machucar as mãos em caso de queda ou pelo próprio esforço do trajeto.

Chinelo ou sandália, para descansar os pés na volta e não ter que usar o tênis molhado.

 

Alguma sugestão do que acrescentar nessa lista? Deixe seu comentário!

O Vá de Bike te ajuda no planejamento


mapa rota marcia pradoVá de Bike disponibiliza um mapa do trajeto, com a indicação de locais de parada para abastecimento de água e comida, além dos pontos com relatos de assaltos - veja nosso mapa aqui.

E temos ainda outras informações que vão te ajudar no planejamento da viagem:


20 comentários para O que levar para a Rota Márcia Prado

  • Paulo

    Como fazer essa rota? Ainda é possível fazer?

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Rogério

    Fiz a rota com aproximadamente 6000 a 7000 ciclistas então é o seguinte:
    -prepare o psicológico quando chegarem nas balsas, levei em torno de 4 horas e meia somente para atravessar 2 balsas;
    -kit de reparos e ferramentes importantíssimo: o q eu vi de gente parada no meio do caminho com pneu furado e até corrente quebrada, não dava nem pra contar;
    -pneu e freios em perfeitas condições: têm muita descida (e subida também hehehe);
    -não sei como será esse ano mas quando fui, como disse acima com aproximadamente 6000 cilistas, prepare-se para passar O DIA TODO fora, saí de casa de manhazinha e cheguei a 1:30 da madruga. Então leve grana para comer pelo caminho, roupas de quiser trocar, se chegar cedo na praia e quiser dar um mergulho, etc;
    -kitzinho de primeiros socorros importantíssimo, muitas pessoas caíram nos trilhos lá em cubatão atrás das refinarias (eu fui uma delas), não ralei nada mas depois fiquei com um roxo na perna q ia da cintura até o meio da coxa hehehe tenso, mas vi vários ralados pq caíram lá e foram direto pro chão no asfalto, e sorte q minha bike não sofreu nada se tivesse entortado a roda dianteira por ter entrado no trilho q fica no asfalto já era iria ter q levar ela nas costas;
    De resto foi oq já falaram aí acima.
    Passei uns pontos para o pessoal ir preparado, o passeio é incrível e muito bonito, mas tudo pode acontecer e vc tem q ir preparado para o pior para depois não passar aperto no meio do passeio, quando fui não choveu o dia inteiro foi de boa, com chuva tem q ter mais atenção e o passeio fica mais demorado.

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • alvaro lapa

    POR FAVOR ALGUEM PODERIA ME INFORMAR SOBRE A RT M.P.DE DEZEMBRO DE 2013 SOU DE RIO CLARO E GOSTARIA MUITO DE PARTICIPAR !!!! ATT.LAPA

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • paulo ricardo pantaleao

    Willian sua la lista è meraviglioso,ma a prendere tutto questo sacificante.O è meglio prendere ciò che nom è necessario.

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • adorei sua lista Willian,
    estou montando a bike agora (exceto gelados)

    Thumb up 3 Thumb down 0

  • Otávio

    Afinal, gasta tanto freio assim que compense levar sapata reserva ou depende da sapata?

    Thumb up 1 Thumb down 0

    • Depende da sapata e depende da chuva. As sapatas mais baratas (as que costumam vir nas bicicletas) tem a borracha mais mole e ela “dissolve” na chuva, ainda mais em estrada de terra, pois a combinação de terra e água se torna abrasiva durante as frenagens. Se o freio estiver mal regulado (pegando no aro), vai gastar mais rápido ainda.

      Se não confia na sapata que está na bike, leve um jogo reserva, mesmo que ela seja nova. Uma boa sapata de freio não custa menos que uns R$30 o par.

      Thumb up 2 Thumb down 0

    • R Dois

      Opa Otávio, recomenda se levar sapatas de freio extra, pois podem acontecer alguns imprevistos como chuva e lama, a sapata gasta muito rápido nessas condições.
      Pode até parecer exagero, mas gasta rápido mesmo, então, pra não correr o risco de acabar ficando sem freio, é bom ter no mínimo um joguinho extra, o ideal são dois.
      Freio a disco já não tem muito esse problema caso a pastilha esteja em boas condições.

      Abs.

      Thumb up 3 Thumb down 0

  • gustavo novaes

    - Celular com números de emergências e de contatos de colegas participantes do pedal.
    - Documentos básicos (RG) e cartão do plano de saúde se tiver.
    - identificar seus pertences e dados de contato com familiares para alguma eventualidade (acidentes por exemplo)
    - Acrescentar ao seu play-list de mp3, DICRÓ “PRAIA DE RAMOS”. Só pra animar! Mas para ouvir nos trechos onde não há pássaros e natureza exuberante a ser contemplada, ok? Não exagere no volume pra não perder a atenção.

    Comentário bem votado! Thumb up 5 Thumb down 0

  • Eu recomendo levar uma bateria portátil adicional.

    Comprei uma dessa: http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-447451796-carregador-portatil-celular-iphone-ipad-tablet-5600mah-_JM … são 4x a carga do meu celular e ainda pode quebrar um galho quanto a camera fotografica, vale a pena e é leve.

    Não da pra comprar mais pelo ML mas você acha fácil carregadores portateis em galerias como o xing ling da Av Paulista ou na Sta Efigenia (da sta efigenia pode dar um pulo na Decathlon do Shop. Lar Center e comprar o que falta :P ).

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • Enzo Bertolini

    Acho mais fácil levar um par de chinelos. Ano passado fiz isso e foi ótimo dar um descanso pros pés…

    Thumb up 1 Thumb down 0

  • David

    Eu acho exageiro levar outro tenis, principalmente se voce nao tiver bagageiro na bike, pois quanto menos peso em suas costas melhor.

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • me falaram pra levar um tênis e meia reserva, caso chova. Assim, na volta o pé fica sequinho e quentinho… é exagero?
    Pensei em levar apenas a meia, já que vou estar no busão e o tênis faz volume na ida

    Thumb up 1 Thumb down 0

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>