Campanha “3 segundos” mostra na prática a poluição emitida pelos automóveis

Em apenas três segundos, os gases emitidos por um automóvel são suficientes para encher esse balão. Imagem: Reprodução

Em apenas três segundos, os gases emitidos por um automóvel são suficientes para encher esse balão. Imagem: Reprodução

Em 15 minutos de carro ligado
é possível encher 300 balões

Em 1 hora, são 1200 balões
cheios de poluição

O projeto “3 segundos” realizou uma em São Paulo para conscientizar os cidadãos sobre como nossas escolhas individuais afetam a vida de muitos. Mil balões vermelhos simbolizaram a poluição gerada pelo uso indiscriminado de veículos motorizados todos os dias, que ingerimos sem saber. Conectados ao escapamento de um carro por meio de um adaptador, é possível perceber os balões se encherem em apenas três segundos, com monóxido de carbono e outros poluentes.

Um estudo do Instituto Saúde e Sustentabilidade mostra que ao menos 4.655 pessoas morreram em decorrência da poluição do ar na capital paulista em 2011 (último ano disponível). Como comparação, o número de mortes no trânsito no mesmo ano foi de 1.471 pessoas, segundo dados do Mapa da Violência 2013 – Acidentes de trânsito e motocicletas, do Centro Brasileiro de Estudos Latino-Americanos.

Foto tirada em 12 de dezembro, às 19h, na cidade de São Paulo. Perceba o cobertor cinza que cobre a cidade.

Um cobertor cinza de poluição pode ser visto com frequência nas grandes cidades brasileiras. Nessa imagem, a cidade de São Paulo em uma tarde de verão. Foto: Willian Cruz

Com uma frota de pouco mais de 7 milhões de carros, São Paulo possui uma densa poluição que paira sobre a cidade e é visível com mais frequência em dias quentes. Diferentes levantamentos mostram que 90% da poluição do ar vem dos carros e a tendência é continuar crescendo se nada for feito. Ainda que os fatores de emissão dos veículos estejam decrescendo, o aumento da frota circulante continua impactando de forma muito importante a qualidade do ar das cidades, pois a quantidade de veículos mais antigos e com tecnologia defasada ainda é grande.

Poluição cancerígena

A Agência Internacional para Pesquisas do Câncer (IARC), braço da Organização Mundial de Saúde, realizou uma avaliação que concluiu que a exposição à poluição atmosférica causa câncer de pulmão e doenças cardiovasculares. O material particulado, um dos principais componentes da poluição atmosférica, foi avaliado separadamente e também classificado como carcinogênico (causador de câncer).

Veja também
Ciclistas respiram mais poluição?

12 motivos para ir de bicicleta

Apesar de a composição da poluição e do material particulado e dos níveis de exposição variarem muito, as conclusões do grupo de trabalho se aplicam a todas as regiões do mundo. Já um estudo do Instituto do Coração mostra que quem está dentro do carro respira mais poluição em relação à quem está caminhando.

Políticas públicas em prol do transporte coletivo, restrição de circulação de carros, melhores calçadas e a promoção do uso da bicicleta são incentivos ao uso de alternativas ao carro e à moto. Além disso, é preciso que o paulistano mude sua cultura de carrodependência. Por exemplo, é possível trocar o carro pela bicicleta em trajetos curtos, de até sete quilômetros, sem grandes dificuldades.

Uma mudança de cultura de mobilidade é urgente, pois as cidades brasileiras caminham para uma situação insustentável – e quem pagará o preço mais alto serão as próximas gerações.

Veja o vídeo da campanha “3 segundos” e repense suas atitudes.

Imagem: Divulgação

Projeto pretende mostrar de maneira clara o volume de poluentes emitido por um automóvel. Imagem:Divulgação


11 comentários para Campanha “3 segundos” mostra na prática a poluição emitida pelos automóveis

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>