Ciclopassarela de acesso a ciclovia atrasa mais uma vez em São Paulo

Com entrega prevista anteriormente para abril, ciclopassarela já tem 20 meses de atraso. Foto: Willian Cruz

Com entrega prevista anteriormente para abril, acesso no Parque do Povo já acumulou 20 meses de atraso. Foto: Willian Cruz

Em São Paulo, a construção de uma ciclopassarela ligando o Parque do Povo à ciclovia Rio Pinheiros, próximo à ponte Cidade Jardim, que estava prometida para abril, será entregue apenas na segunda quinzena de junho. De acordo com a construtora WTorre, responsável pela obra, foi necessário diminuir o ritmo de construção em alguns momentos para não impactar a circulação viária e dos trens da CPTM.

Construída sobre uma estrutura metálica e laje em concreto, a passarela terá 180 metros de extensão, passando sobre as pistas da Marginal Pinheiros e sobre a linha do trem. Um guarda-corpo em aço envolverá toda a estrutura, protegerá os ciclistas que circularem por ela.

Este será o sétimo acesso que os usuários terão para chegar à ciclovia, importante via de mobilidade por bicicletas na cidade (veja os outros aqui). Ainda não está definido o horário de funcionamento da passarela, porém deverá ser o mesmo da ciclovia, das 5h30 às 18h30 diariamente.

Contrapartida viária

A via é parte das contrapartidas viárias obrigatórias da construtora WTorre, que deveriam ter sido entregues em outubro de 2012 para compensar o impacto no tráfego da região com a construção do Complexo WTorre JK, que inclui o shopping JK Iguatemi. A estimativa é que 20 mil pessoas passem pelo complexo diariamente.

Em teoria, o complexo comercial só receberia autorização para funcionamento após a entrega das contrapartidas acertadas com o Ministério Público por meio do Termo de Recebimento e Aceitação Parcial (TRAP). Porém, após acordo com a prefeitura de São Paulo, o espaço foi aberto, e as garantias financeiras foram depositadas em uma conta fiança. O acordo determinou que apenas parte das contrapartidas deveria ser entregue nesse prazo, o que não incluiu a ciclopassarela.

Placa em tapume dento do Parque pede desculpas pelo transtorno. Ao fundo, a estrutura da ciclopassarela. Foto: Willian Cruz

Placa em tapume dento do Parque pede desculpas pelo transtorno. Ao fundo, a estrutura da ciclopassarela. Foto: Willian Cruz

Promessas e atrasos

Se o novo prazo de entrega for cumprido, a obra será inaugurada com 20 meses de atraso. Em entrevista ao jornal SPTV (TV Globo) há cerca de dois anos, o dono do empreendimento, Walter Torre Junior, garantiu que todas as contrapartidas estariam prontas em outubro de 2012.

A empreiteira também teve que construir 4,8 km de extensão da ciclovia entre as estações Hebraica-Rebouças e Villa-Lobos/Jaguaré, que foram entregues dentro do prazo.

Tapume da obra feriu ciclista

No dia 21 de maio, a ciclista profissional Karina Grande foi atingida por um tapume que se desprendeu da obra e caiu sobre ela durante uma sessão de treino na ciclovia do rio Pinheiros. A atleta, que é campeã paulista do grupo de elite nas categorias contrarrelógio e montanha,  teve uma clavícula quebrada e escoriações pelo corpo.

Segundo relato da reportagem do jornal Folha de São Paulo, que presenciou o fato, a ciclista foi socorrida pelos funcionários da FBS Construtora, contratada da WTorre para executar a obra. O capacete rachou com o impacto e a bicicleta também foi danificada.

Veja a nota da WTorre

A WTorre informa que utilizou alta tecnologia e planejamento na execução da ciclopassarela que liga o Parque do Povo à ciclovia na margem do rio Pinheiros, implementando um método construtivo de viga pré-moldada que permite maior eficiência na instalação e montagem.

Como a obra está localizada sobre a marginal Pinheiros e os trilhos da CPTM, a empresa tem extremo cuidado em sua atuação para não impactar a circulação viária em uma região de trânsito intenso, e, em alguns períodos, é obrigada a diminuir o ritmo da execução dos trabalhos.

Apesar dos contratempos, conforme anunciado anteriormente, a ciclopassarela, última obra de contrapartida do complexo WTorre Plaza, será entregue pela WTorre à cidade de São Paulo antes da finalização do complexo, na segunda quinzena de junho.

Concepção artística da ciclopassarela. Foto: Divulgação

Concepção artística de como deve ficar a ciclopassarela. Imagem: Divulgação


5 comentários para Ciclopassarela de acesso a ciclovia atrasa mais uma vez em São Paulo

  • Daniel Martins

    Verdade, o prefeito Fernando Hadad tem contribuído bastante na criação de novas ciclovias, também prefiro ele, aqui perto da minha casa tenho a recém inaugurada ciclovia chác. sto. Antônio/Granja Julieta que uso diariamente.

    Thumb up 0 Thumb down 0

  • Porque Ricardo voce acha o atual prefeito Fernando Hadad alguma coisa melhor? Parando JÁ com essa conversa mole, tenho argumentos suficientes pra mostrar o que o Hadad faz ok?

    Thumb up 0 Thumb down 3

  • Prometida para OUTUBRO DE vamos ver agora, não acredito em nada desse prefeito.

    Thumb up 0 Thumb down 4

    • Ricardo

      Mirian,

      Em outubro de 2012 o prefeito era o Kassab (que autorizou o shopping a funcionar sem todas as contrapartidas prometidas). Não faça confusões…

      Thumb up 1 Thumb down 1

    • eu

      Sei lá, pode ser uma baita coincidência mas CICLOVIAS estão saindo do papel na gestão dele, nada de ciclofaixa comédia de lazer que não serve para absolutamente NADA! Veja a ciclovia da Eliseu…. a do Ceagesp (vão ser 2 faixas, já quase concluiram a primeira no trecho da C&C/correios até o wallmart, começaram a segunda faixa esses dias) estão pintando de vermelho (oficializando como ciclovia?) o canteiro central da politécnica entre o P2 da USP e o extra jaguaré… Aqui na Zona Oeste, por acaso onde eu pedalo para ir trabalhar, nunca vi tanta ciclovia brotando assim e tão rápido… fora as faixas de ônibus q são quase ciclovias… É.. ele é péssimo mesmo…. ah! para, né? Até o montro do serra eu elogiaria se ele fizesse algo que presta, mas quem está fazendo é o haddad, então tenho q elogiar….

      Comentário bem votado! Thumb up 4 Thumb down 0

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>