Ciclovia Rio Pinheiros, em São Paulo, terá interdição nos dias 18 e 19/10

Pista da margem oeste será interditada no terceiro final de semana de outubro. Foto: Rachel Schein

Pista da margem oeste será interditada no terceiro final de semana de outubro. Foto: Rachel Schein

A pista nova da Ciclovia Rio Pinheiros, na margem oeste do rio, será interditada nos dias 18 e 19 de outubro (sábado e domingo) para obras relacionadas à construção do Monotrilho (linha 17-Ouro do Metrô). A interdição foi anunciada pela equipe do Metrô a cicloativistas na manhã dessa segunda-feira, 6 de outubro.

Os trabalhos serão realizados na altura da Ponte do Morumbi (“ponte da Vivo”), elevando linhas de transmissão já existentes para que fiquem afastadas dos futuros trens elevados. Guindastes de alta capacidade serão movimentados no local e carretas transportando postes e outros materiais precisarão fazer uso da ciclovia.

Guindastes como os dessa foto serão utilizados na operação (repare que há um segundo equipamento no canto esquerdo da imagem). Foto: Metrô/Divulgação

Guindastes como os dessa foto serão utilizados na operação (repare que há um segundo equipamento no canto esquerdo da imagem). Foto: Metrô/Divulgação

Interdições

Devido às características de utilização da energia transportada por essas linhas, que terão que ser desligadas parcialmente, as obras não poderão ser realizadas durante à noite, quando o consumo aumenta. Como o fluxo de ciclistas terá que ser interrompido durante todo o dia, optou-se por interditar todo o trecho da margem oeste, para que os ciclistas não tenham que ir até a metade do caminho para descobrir que não é possível passar.

Na Ponte Cidade Jardim, será interditada a escadaria que leva à margem oeste (pista nova). A travessia e o acesso pela ponte continuam abertos, permitindo que ciclistas entrem pela ponte para acessar a pista antiga da ciclovia. Na outra ponta, a ciclovia será interditada próximo à Ponte João Dias, mas também mantendo a travessia aberta, para que os ciclistas que vêm da “ponte Bayer” possam chegar ao outro lado.

Os ciclistas que acessam a ciclovia pela entrada da Usina de Traição, diretamente pela faixa esquerda da Marginal no sentido Zona Sul (sim, há quem entre por ali), serão direcionados ao acesso da Ponte Cidade Jardim, pela ciclovia, para que não precisem retornar à Marginal.

Alternativa

Van com carreta rack transportará ciclistas e suas bicicletas através da área da obra. Imagem: Metrô/Reprodução

Van com carreta rack transportará ciclistas e suas bicicletas através da área da obra. Imagem: Metrô/Reprodução

Pensando principalmente em quem utiliza a Ciclovia Rio Pinheiros em seus deslocamentos, mesmo no final de semana, o Metrô disponibilizará, excepcionalmente nesses dois dias, o transporte por vans pela área de obra, na pista antiga, perfazendo um trajeto de cerca de 7 km. As vans transportam uma pequena carreta atrás, com suportes, para carregar as bicicletas.

As obras que estão sendo realizadas sobre a ciclovia original serão paralisadas no final de semana em questão, para que as vans passem em segurança. O tráfego de bicicletas não poderá ser liberado por se tratar de um canteiro de obras, com materiais armazenados e situações de pavimento que poderiam representar risco aos ciclistas, sobretudo aos menos experientes.

Segundo a equipe do Metrô, os pontos de embarque nas vans serão na ponte João Dias e no ponto de apoio da Vila Olímpia. Além do motorista, há um ajudante auxiliando a colocar a bicicleta no suporte da van e prestando informações quando a van estiver em trânsito.

As vans já haviam sido utilizadas anteriormente, enquanto a pista nova estava sendo construída. A ciclovia antiga foi interditada em 11 de novembro de 2013 para realização das obras do Monotrilho, que passará sobre a via de bicicletas no trecho entre a Ponte Octávio Frias de Oliveira (Ponte Estaiada) e a estação Granja Julieta da CPTM. A previsão de duração da obra é de 24 meses. Mais informações nos links do box azul, no final desta página.

Arte do cartaz avisando sobre a interdição. Imagem: Divulgação

Arte do cartaz avisando sobre a interdição. Imagem: Divulgação

Comunicação

Haverá pessoal nos pontos de interdição informando sobre o deslocamento por vans. Cartazes foram colocados nos pontos de apoio e nas guaritas da Cidade Jardim e da João Dias. Também foram colocadas faixas informando da interdição, em três pontos da ciclovia: próximo à Ponte Cidade Jardim, no acesso da Usina de Traição e próximo à Ponte João Dias.

Faixas avisam sobre a interdição da ciclovia. Esta, na altura da Ponte João Dias. Foto: Willian Cruz

Faixas avisam sobre a interdição da ciclovia. Esta pode ser vista na altura da Ponte João Dias. Foto: Willian Cruz

Ciclovia Rio Pinheiros

Prefeito de São Paulo questiona proibição de pedalar em acesso da ciclovia

Ciclopassarela do Parque do Povo é inaugurada em São Paulo

Pista da margem oeste liberada para uso

Novos acessos trazem risco aos ciclistas

Pela primeira vez, São Paulo terá pontes com ciclovia

A opinião dos ciclistas sobre as soluções para a interdição

CPTM publica retratação por afirmação sobre Ciclovia

Monotrilho não prossegue sobre ciclovia enquanto
não houver alternativa para os ciclistas

Acessos e horário da Ciclovia Rio Pinheiros


2 comentários para Ciclovia Rio Pinheiros, em São Paulo, terá interdição nos dias 18 e 19/10

  • Waldyr

    Caramba! Não sabia que tinha ciclista (maluco) que encarava a marginal pinheiros para entrar na ciclovoa depois da curva da Usina da Traição! Muuuuuuito arriscado por ser ponto cego para os motoristas!
    Eu mesmo estou estudando rota (via google maps)alternativa pelas ruas de Santo Amaro para minimizar distâncias e riscos, para ir e vir do trabalho! Quem for fazer o mesmo, não se esqueça de usar o sistema street view do Google para encontrar ruas com piso adequado ao tipo de bicicleta que possui (tipo, evitar paralelepípedos e/ou ruas muito esburacadas com uma bike speed, por exemplo)!

    Thumb up 2 Thumb down 0

  • Bruno

    É uma notícia boa? Não. Mas tenho que dar o braço a torcer: parece que dessa vez fizeram direitinho. Avisaram com antecedência e pensaram em quem usa a pista para deslocamento. A gente critica quando precisa criticar e tem que falar bem quando agem corretamente.

    Comentário bem votado! Thumb up 14 Thumb down 0

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>