Trecho novo da Ciclovia Rio Pinheiros, em São Paulo, reabre após dois dias de interdição

Escada de acesso à ciclovia, na ponte Cidade Jardim. Foto: Rachel Schein

Escada de acesso à ciclovia, na ponte Cidade Jardim: colada ao poste. Foto: Rachel Schein

Na manhã de sexta-feira, 18 de abril, usuários da Ciclovia Rio Pinheiros, em São Paulo, foram surpreendidos com a interdição do trecho novo, na margem oeste do rio, que não podia ser utilizado devido a uma interdição no acesso da ponte Cidade Jardim (ponte Engenheiro Roberto Rossi Zuccolo). A pista nova foi criada para servir de alternativa ao percurso antigo, fechado para as obras do Monotrilho (Linha 17-Ouro do Metrô) por um período de dois anos.

Na prática, a interdição do acesso impedia o uso da ciclovia de ponta a ponta, cortando-a em duas partes incomunicáveis. Nenhuma alternativa foi oferecida aos ciclistas, apesar de afirmações anteriores de que as vans, desativadas quando da abertura da nova pista, poderiam servir como medida de contingência.

Segundo o jornal Folha de São Paulo, a interdição foi conseguida na justiça pela AES Eletropaulo. A concessionária de energia pediu a “proibição e reposicionamento das escadas que servem de acesso ao novo trecho”, pois estariam próximas a torres e postes de energia elétrica (como se não bastassem os riscos que oferecem pelos erros de projeto). Ainda de acordo com a reportagem, a decisão foi considerada “absurda” pelo Metrô, já que a construção dessa alternativa levou três meses para ficar pronta e estava há um mês em operação.

Reabertura

Ao Vá de Bike, o Metrô informou em nota que a partir deste domingo, 20 de abril, “as escadas da Ponte Cidade Jardim, lado Interlagos, estarão liberadas para os ciclistas que circulam pela ciclovia do Rio Pinheiros”. A companhia informa ainda que a reabertura foi feita com supervisão da Eletropaulo.

Ciclovia Rio Pinheiros

Prefeito de São Paulo questiona proibição de pedalar em acesso da ciclovia

Ciclopassarela do Parque do Povo é inaugurada em São Paulo

Pista da margem oeste liberada para uso

Novos acessos trazem risco aos ciclistas

Pela primeira vez, São Paulo terá pontes com ciclovia

A opinião dos ciclistas sobre as soluções para a interdição

CPTM publica retratação por afirmação sobre Ciclovia

Monotrilho não prossegue sobre ciclovia enquanto
não houver alternativa para os ciclistas

Acessos e horário da Ciclovia Rio Pinheiros


9 comentários para Trecho novo da Ciclovia Rio Pinheiros, em São Paulo, reabre após dois dias de interdição

  • Cícero Soares

    Putz, nem tem o que comentar, tudo foi dito e repisado, e não só aqui. E mesmo assim nada vai ser feito ou refeito, claro.

    Tá, vai, só pra reforçar o coro: a falta de acesso já era um desastre, e conseguiram “construir” um desastre maior com esses acessos provisório. E por causa disso, e percebi esse fato de um domingo a outro, pais/mães com filhos sumiram da ciclovia.

    E, puxa vida, toda vez que dou uma passeada por lá diminuo instintivamente ao lado das estações de trem pra me perguntar: “As estações e a linha de trem lado a lado, e por que cargas d’água não fazem de uma vez por todas a integração com a ciclovia?!”

    Thumb up 2 Thumb down 1

    • Carlos

      Reforçar o coro aqui, não vai adiantar muita coisa. O importante é tocar o trombone na prefeitura, CPTM, … tudo o mais que possa dar uma solução. Como foi feito a respeito da interdição do trecho. Cobrança sempre. Tem algum grupo de cuida da ciclovia, como a da Ciclocidade ? Pois as soluções tendem a demorar, e precisa de gente pressionando.

      Thumb up 1 Thumb down 1

  • Luciane

    A pista da nova ciclovia é ótima. Porém:
    - o acesso às mesas por aquelas “escadas” é pavoroso. Que coisa mais mal feita.
    - a saída da Ponte Cidade Jardim é péssima. Como fazer para atravessar a Avenida Cidade Jardim (sentido Morumbi)se não há um semáforo sequer, contamos apenas com a boa vontade dos motoristas….
    - é uma via arriscada, visto que o acesso à mesma é fácil e o risco de assaltos é maior. Os ladrões podem se esconder nas árvores….
    Enfim, são um grande estímulo a não usar a ciclovia…

    Thumb up 1 Thumb down 1

  • mirian

    Pessoal,é inacreditável o acesso para essa ciclovia. eu e uma amiga passamos por uma experiencia lamentável quando resolvemos conferir o novo acesso recém inaugurado na ponte Cidade Jardim.
    Viemos pedalando pelo lado do Morumbi e percebemos então que não tinha como atravessar a ponte, não ha nenhum semáforo por ali e o transito é muito intenso, os motoristas atravessam a ponte com pressa, passam direto virando para entrar na Marginal em alta velocidade, Tivemos que voltar para trás, no meio da quadra onde existe um único semáforo com faixa de pedestres e fica uns 400 metros antes da ponte, depois que atravessamos esse semáforo fomos obrigadas a pedalar pela contra-mão e em cima da calçada pelos 400 metros de volta até chegarmos na esquina, a banca de frutas Varanda bem ao lado do Posto Petrobras que fica na frente da ponte Cidade Jardim sentido centro-Morumbi. Para a nossa surpresa a situação nesse lado foi bem pior!!! Os poucos minutos que ficamos ali paradas pareceu uma eternidade num filme de angustia e terror, nos refugiamos dos carros onde nos pareceu mais seguro: em cima das linhas zebradas pintadas no chão e lá tivemos a certeza que morreríamos atropeladas a qualquer instante; eram ônibus, carros, motos, vans em altíssima velocidade passando por cima da faixa zebrada!!! SOCORRO que desespero, ficamos quase dez minutos tentando encontrar uma brecha para sairmos de lá, porém não tivemos outra escolha: fomos dali pedalando pelo lado do muro do Joquei Clube, atravessamos o túnel que passa por baixo da Av. Eusébio Matoso de lá seguimos até a rua Alvarenga que é a outra entrada oficial da Ciclovia do Rio Pinheiros; essa é entrada da ponte da Cidade Universitária – Estação Pinheiros de Metro e trem-CPTM- onde precisamos sair da bicicleta, empurrarmos um bom trecho pela contra-mão até finalmente chegarmos ao ÚNICO FAROL PARA PEDESTRES!!!! Que fica em baixo da Ponte Cidade Universitária para fazermos a travessia e finalmente, quase uma hora depois entramos na Ciclovia. Foi assim terminou a frustrada tentativa de pedalarmos na ciclovia entrando pela Ponte Cidade Jardim.
    Essa falta de semáforos para atravessar da calçada para a ponte Cidade Jardim em todas as entradas é um absurdo, pois lá ha estação de meto Cidade Jardim e também os pedestres e passageiros quando chegam ali e precisam atravessar a rua arriscam suas vidas diariamente. Tudo muito bem planejado mesmo…

    Comentário bem votado! Thumb up 9 Thumb down 1

  • Thiago

    Cuidado com essa nova ciclovia, qualquer pessoa tem acesso a ela. Pela própria marginal e outros acessos. Já está rolando assaltos na ciclovia. Eu gostei de pedalar nela, mas dou uma dica, vá em grupo.

    Thumb up 3 Thumb down 0

    • mirian

      Obrigada pela dica, eu já tinha ouvido falar nisso, um absurdo!

      Thumb up 0 Thumb down 1

    • Anderson

      Eu imaginei, essa ciclovia dá muita bandeira e as favelas próximas olham a ciclovia como uma mina de ouro. Já houve inúmeras tentativas de assaltar a ciclovia ao lado da linha de trem, algumas até deram certo, imagine está que tem fácil acesso. Se sua bike custa mais que seu salario, cuidado com essa ciclovia ou faça um seguro.

      Thumb up 1 Thumb down 0

  • Christian

    Só eu achei este trecho novo bem mais divertido que o antigo? Só ando de bike por lazer em final de semana e no quesito passeio este trecho é bem melhor, mais variado, com diferentes paisagens, passar pela usina é bem legal e tal… o trecho normal é uma reta sem fim sem grandes mudanças (mas que os ciclistas profissionais devem adorar).
    Será que quando acabarem as obras do metro eles vão fechar o acesso ao lado oeste?

    Polêmico. O que acha? Thumb up 4 Thumb down 7

  • Gabriel

    Estive lá ontem e estranhei estar aberto só um acesso. Menos mau que tem um dos acessos abertos, mas tive que dar uma volta “bonita” pra entrar na ciclovia. Como estava a passeio, tudo foi diversão. Pior é para o usuário do dia a dia dae uma volta danada todos os dias, se sujeitando ao trânsito carnívoro desta ponte. Em tempo: que projetinho de escada, hein? Parece deboche, tipo o chapeiro cuspindo no lanche do cliente exigente.

    Comentário bem votado! Thumb up 9 Thumb down 1

Enviar resposta

  

  

  

Você pode usar estas tags HTML

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>